Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

domingo, 5 de fevereiro de 2017

Sistema Penal: CPPL 3 vira casa do PCC no Ceará


CPPL 1
CPPL 3, em Itaitinga, foi re4servada pela Sejus para abrigar somente os bandidos membros do PCC
CPPL 3 - celulares
Numa varredura feita por agentes, foram encontradas dezenas de celulares na CPPL 3
Com o seu Sistema Penitenciário dominado por quatro facções criminosas e uma população carcerária em torno de 25 mil presos, o Ceará deverá, em breve, se tornar mais um Estado brasileiro a aderir ao Plano Nacional de Segurança elaborado pelo Ministério da Justiça e da Segurança Pública.
O último a aderir ao plano foi o vizinho Rio Grande do Norte, onde, à exemplo do Ceará, os presídios são dominados pelas facções criminosas. Ali, a situação começa a ser controlada pelas autoridades após a rebelião que deixou dezenas de mortos na Penitenciária de Alcaçuz.
No Ceará, para impedir que fatos semelhantes ao que ocorreu em Alcaçuz  acontecesse, ao Governo do Estado se rendeu ao poderio das organizações criminosas e decidiu tornar os presídios unidades exclusivas para presos de cada uma das quatro facções: Comando Vermelho (CV), Primeiro Comando da Capital (PCC), Família do Norte (FDN) e Guardiões do Estado (GDE).
Casa do PCC
Assim, por exemplo, a Casa de Privação Provisória da Liberdade Professor Jucá Neto, ou CPPL 3, está reservada para alojar somente os membros do PCC.  Além da exclusividade em acomodar somente os integrantes desta facção, a cadeia está literalmente aberta, isto é, os presos circulam livremente pelas suas dependências, pois não há tranca dos xadrezes.
Na última quinta-feira, uma revista realizada por agentes penitenciários na CPPL 3 resultou na localização de 174 telefones celulares, além de muita drogas e uma arma de fogo (revólver de calibre 38). Temendo uma repercussão negativa do fato, a Sejus não divulgou o caso na Imprensa.
Além dos bandidos chefes do PCC no Ceará, a CPPL 3 recebeu, recentemente, criminosos cearenses de altíssima periculosidade (traficantes chefes de quadrilhas e assaltantes de bancos e carros-fortes)  que estavam recolhidos em penitenciárias federais em outros estados e tiveram que retornar ao Ceará por ordem judicial, pois se esgotou o prazo legal de isolamento nas unidades federais. Este fato também não foi divulgado pela Sejus.///blogdofernandoribeiro.com.br//cn

Cerco policial a assaltantes de bancos continua na mata em Missão Velha

Missão Velha sábado
Dinheiro e armas foram encontrados dentro de um carro abandonado pelos ladrões
Mais de 100 policiais militares, com o apoio de viaturas e um helicóptero, continuam em buscas na mata entre os Municípios de Missão Velha e Abaiara, no Sul do estado, na tentativa de capturar a quadrilha que atacou duas agências bancárias na primeira cidade na madrugada da última sexta-feira (3).  O cerco já dura mais de 24 horas.
Os bandidos estão encurralados numa extensa faixa de mata próxima ao Distrito de Jamacaru, na zona rural de Missão Velha, onde abandonaram parte de suas armas e do dinheiro roubado das agências do Banco do Brasil e do Bradesco. As duas agências seus caixas eletrônicos e cofres explodidos pela quadrilha por volta de 1h30 de ontem.
Apenas tempo
Dois fuzis, uma escopeta calibre 12, explosivos e parte do dinheiro roubado foram encontrados  dentro de um carro usado na fuga após os ataques simultâneos. No veículo também havia marcas de sangue, o que para a Polícia indica que um ou mais bandidos podem estar seriamente feridos. “É apenas uma questão de tempo encontrá-los”, disse um dos oficiais que participam da caçada.
Além de patrulhas do 2º BPM (Juazeiro do Norte), estão sendo empregados na operação de caça aos assaltantes, efetivos do Batalhão de Divisas e do Comando Tático Rural (Cotar). De Fortaleza, foram enviados reforços do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), do batalhão de Polícia de Choque (BPChoque). //////blogdofernandoribeiro.com.br///cn