Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Madrinha de escola de samba do RS é encontrada morta em carro


Paola desfilaria pela Imperatriz Dona Leopoldina, de Porto Alegre (Foto: Reprodução / Facebook)
Paola desfilaria pela Imperatriz Dona Leopoldina

A madrinha da bateria de uma escola de samba de Porto Alegre foi encontrada morta na noite desta quinta-feira (16) dentro de um carro em Cachoeirinha, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Paola Serpa Severo pertencia à escola Imperatriz Dona Leopoldina, campeã do grupo especial da capital gaúcha em 2016.
Segundo a Brigada Militar, o corpo dela foi localizado com marcas de disparos. "O corpo estava caído e com as portas abertas".
O caso está sendo investigado pela Delegacia de Polícia de Cachoeirinha.
Testemunhas sendo ouvidas na delegacia e agentes estão nas ruas procurando imagens de câmeras que possam ter flagrado o momento do crime.
Paola voltaria a desfilar como madrinha da bateria da Imperatriz Dona Leopoldina, nos desfiles deste ano.
pinheirinho.net

INTERIOR DE SP - Polícia apreende 500 pés de maconha em quartos de casa


Suspeito de cultivar e processar maconha foi identificado pela polícia em Ribeirão Preto (Foto: Delegacia de Investigações Gerais/Divulgação)
Suspeito de cultivar e processar maconha foi identificado pela polícia em Ribeirão Preto

Uma casa usada para cultivo de maconha foi descoberta pela Polícia Civil na manhã desta quinta-feira (16) no bairro Monte Alegue, zona oeste de Ribeirão Preto (SP). O cuidado com que as plantas eram mantidas surpreendeu as autoridades, uma vez que os cômodos foram adaptados e climatizados para a produção da droga.
A polícia estima que cerca de 500 pés, entre mudas e plantas prontas para a colheita, eram mantidas no local.
De acordo com a polícia, o imóvel foi alugado. Ninguém foi preso, mas o suspeito de ser o dono da droga foi identificado. A Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE) vai auxiliar a investigação.
Quartos transformados em estufa - A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) informou que o imóvel era investigado há 15 dias. Todos os cômodos da casa foram transformados em estufas com ar-condicionado, ventilador, sistemas de umidificação e de irrigação. A organização dos suspeitos também chamou a atenção da polícia. Tabelas com cronograma de manejo e uso de fertilizantes foram encontradas coladas nas paredes e cada vaso continha etiquetas especificando número e data de produção.
Uma cama deixada na sala do imóvel servia como laboratório, onde as porções eram separadas e pesadas para comercialização. 

Maconha era cultivada nos cômodos de uma casa no bairro Monte Alegre, em Ribeirão Preto (Foto: Delegacia de Investigações Gerais/Divulgação)
Maconha era cultivada nos cômodos de uma casa no bairro Monte Alegre, em Ribeirão Preto

Painel mostra controle de data de produção de maconha e cada fertilizante utilizado (Foto: Paulo Souza/EPTV)
Painel mostra controle de data de produção de maconha e cada fertilizante utilizado

A Polícia Civil descobriu que a casa também funcionava como laboratório para prerarar o entorpecente para o tráfico (Foto: Paulo Souza/EPTV)
A Polícia Civil descobriu que a casa também funcionava como laboratório para prerarar o entorpecente para o tráfico

.pinheirinho.net