Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Aprovada MP que altera regras dos processos de renovação de concessão de rádio e televisão


O plenário da Câmara dos Deputados aprovou a Medida Provisória (MP) 747/16, que altera as regras dos processos de renovação de outorga dos serviços de rádio e televisão. Entre as alterações, a medida permite a regularização das concessões vencidas. Na prática, a medida estabelece uma espécie de anistia para as concessões vencidas.

Pela MP, as emissoras que se encontram em situação irregular, por não terem pedido a renovação da concessão no prazo legal, poderão regularizar a situação junto ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações no prazo de 90 dias, contados a partir da data da publicação da lei.

Os deputados aprovaram o relatório do deputado Nilson Leitão (PSDB-MT) que alterou o texto original encaminhado pelo governo para incluir as emissoras de rádio comunitária na medida. Nesses casos, o prazo para a regularização será de 60 dias. O texto segue agora para o Senado, e caso não seja votado até o dia 12 de março, os efeitos da medida perdem validade e ela será arquivada.


 
Fonte Agência Brasil

Grávida com morte cerebral dá à luz gêmeos após 123 dias internada

Grávida com morte cerebral dá à luz gêmeos após 123 dias internada


post-feature-image

Na madrugada desta quarta-feira (22), a equipe de reportagem da RICTV acompanhou uma história de amor e de luta pela vida: a de uma jovem de 21 anos, grávida de gêmeos, que teve morte cerebral, depois de um acidente vascular.

Frankielen Zampoli já era mãe de uma menina quando foi internada em outubro do ano passado, após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). Os médicos fizeram de tudo para salvá-la, mas a morte cerebral da jovem foi constatada. Como ela estava grávida, os familiares e a equipe médica decidiram mantê-la viva na tentativa de salvar os bebês.

Foram 123 dias de espera. Nesta semana, os bebês nasceram de 27 semanas e permanecem na incubadora. O casal de gêmeos foi batizado com nomes bíblicos: Asaphe e Anna Vitória.

Mesmo depois de meses de sofrimento e diante da dor de perder a mulher, o pai dos bebês se viu diante de mais uma decisão de amor: Muriel Padilha autorizou a doação dos órgãos de Frankielen.

A cirurgia para transplante do coração, fígado, pâncreas e rim aconteceu entre a noite e a madrugada desta quarta-feira e mobilizou as equipes médicas. Uma ambulância com os órgãos deixou o Hospital do Rócio pouco depois da 1h da madrugada, para dar vida a outras pessoas.

O fígado e o pâncreas estavam inaptos para doação. O rim foi encaminhado para a Central Nacional de Doadores e já tem um receptor compatível no Rio Grande do Sul. O coração foi recebido por um paciente que está internado no Hospital Angelina Caron, em Campina Grande do Sul.

Um trecho da reportagem do Balanço GeralCuritiba mostra a realização de uma ultrassonografia alguns dias após a morte de Frankielen.

O pai dos bebês contou sobre a expectativa da gravidez e a felicidade do casal ao descobrir que a mulher esperava gêmeos. Ele disse à reportagem que quer conhecer as pessoas que vão receber os órgãos da esposa. "Ficaram três filhos pra eu cuidar. Ela poderia ter ido junto com as crianças, mas Deus deixou os bebês pra mim. Eu quero que meus filhos falem 'obrigado, papai'".

O corpo de Frankielen foi seputado nesta tarde na cidade de Contenda, na Região Metropolitana de Curitiba, onde ela morava com a família.


Via RIC Mais