Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Mulher é morta a tiros durante culto em igreja evangélica de Vitória de santo Antão/PE


Uma mulher foi assassinada a tiros dentro de uma igreja evangélica no bairro do Cajueiro, no município de Vitória de Santo Antão, Zona da Mata de Pernambuco, na noite deste domingo (12). Maria das Dores dos Santos, 51 anos, participava de um culto quando recebeu oito tiros na região da cabeça, tórax e membros superiores.
De acordo com testemunhas, um homem armado invadiu a igreja e efetuou todos os disparos na vítima. Maria das Dores ainda foi socorrida para o Hospital João Murilo, em Vitória de Santo Antão, mas deu entrada já sem vida.
Em março de 2016, a mulher teve o muro da casa alvejado com tiros e em outubro do mesmo ano atearam fogo no carro do marido dela, o repentista João Ferreira. Apesar da gravidade da situação, a família não prestou queixa das ocorrências.

Dificuldade

A delegada Gleide Ângelo, do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), iniciou as investigações da morte de Maria das Dores. De acordo com ela, há dificuldade em traçar uma linha de investigação devido as informações rasas e desencontradas.
“As pessoas não querem falar. Conversamos com o marido dela – eles tinham 29 anos de casados – que contou que ano passado atiraram na frente da casa e colocaram fogo no carro, mas nenhum B.O (Boletim de Ocorrência) foi registrado. Ele diz que não tem ideia do que pode ter acontecido”, contou Gleide Ângelo.
Fonte: TV Jornal 

Dengue e chikungunya já fizeram mais de 400 vítimas no Ceará em 2017


dengueO Ceará já registrou 427 casos de dengue e chikungunya até o dia 2 de fevereiro deste ano. Até o momento, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) não confirmou nenhuma morte por ambas as doenças. Este é o primeiro boletim do órgão para arboviroses divulgado neste ano.

A maior parte dos casos são de chikungunya. No primeiro mês do ano, das 1.341 notificações, 227 foram confirmadas. A maioria dos registros ocorreu em adultos com idades entre 20 e 29 anos (22%) e o sexo feminino predominante na maioria das faixas etárias (56,8%).

Conforme ainda a Sesa, Baturité e Independência fora as cidades com as maiores incidências do estado, com mais de 300 casos notificados por 100 mil habitantes. No ano passado, a Febre de Chikungunya fez 31.507 vítimas com 19 óbitos sendo a maior parte do sexo feminino.

Já no caso da dengue, que em 2016 matou 30 pessoas no Ceará, deixou 200 pessoas doentes em 2017. Assim como a chikungunya, a maior parte das vítimas são mulheres. Dos 2.139 casos notificados, a maioria foram registrados em Fortaleza (1.205), Caucaia (199), Alto Santo (178) e Iracema (46).
Fonte Diário do Nordeste