Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Cláudia Leitte ignora prazo e deixa de devolver R$ 1,2 milhão da Lei Rouanet


A assessoria do Ministério da Cultura divulgou a informação que a cantora Cláudia Leitte perdeu o prazo para devolução de R$ 1,2 milhão de uma turnê que não cumpriu os critérios da Lei Rouanet.

Para realizar 12 shows pelas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste nos meses de maio, junho e julho de 2013, Claudia solicitou um apoio da referida Lei por meio do Incentivo a Projetos Culturais do Programa Nacional de Apoio à Cultura (PRONAC).

Como não houve a devolução da quantia, o Tribunal de Contas da União vai instaurar, em até 180 dias, uma Tomada de Contas Especial para analisar o caso e deve incluir a CIEL, a produtora de Claudia Leitte, na lista de devedores da União.



Fonte O Povo

Trigêmios comemoram aprovação tripla em medicina na Bahia



A família dos irmãos Ingrid, Amanda e Giovana Calfa, de 18 anos, tem motivo triplo para comemorar. Eles foram aprovados em medicina em universidades federais públicas. "A gente estava sob muita pressão, porque não queríamos que apenas um ou dois passassem", disse Amanda. Os trigêmeos conferiram o resultado por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Apesar da aprovação tripla, um deles terá que se despedir em breve. Ingrid e Geovanni foram aprovados na primeira chamada na Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Já Amanda, foi selecionada na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). "Na realidade, a gente estava torcendo para que todos pudessem passar em uma mesma faculdade, mas não deu", contou Ingrid, em entrevista ao G1.

Para os irmãos, que sonham em ser médicos desde crianças, ainda há esperanças de os três estudarem na mesma instituição. Eles aguardam o resultado da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e da Ufal. "A Amanda ficou com uma nota bem próxima do último colocado que passou na Ufal e, numa segunda chamada, pode ser convocada, e ir estudar comigo e com o Geovanni", disse Ingrid.



Fonte Noticias ao Minuto