Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788

quarta-feira, 2 de maio de 2018

PRISÃO: Preso acusado de matar três em Juazeiro do Norte e Barbalha e roubar R$ 228 mil de farmácia no Crato


“Pintão” ainda tentou escapar e foi pego no estacionamento superior do Shopping de Juazeiro (Foto: Reprodução/Redes Sociais)
Um jovem apontado pela polícia como de alta periculosidade foi preso por volta das 17h30min desta segunda-feira no estacionamento superior do Cariri Garden Shopping em Juazeiro do Norte. O ex-presidiário Cícero Gabriel da Silva Araújo, de 27 anos, apelidado por "Pintão", mora na Rua Estelita Silva (Timbaúbas) e trafegava pela Avenida Castelo Branco ao lado da central de vendas. Quando notou a aproximação de militares da Força Tática e Serviço de Inteligência tentou se refugiar no Shopping.

O mesmo estava com uma pistola e contra ele havia um Mandado de Prisão Preventiva em aberto expedido em novembro de 2015 pelo Juiz titular da 2ª Vara Criminal da Comarca de Juazeiro, Péricles Vitor Galvão de Oliveira. Segundo o Major Luciano Rodrigues, Comandante do 2º BPM, ele integra o que classificou de “Trio Parada Dura” citando mais os acusados de crimes apelidados por “Max” e “Totonho” que são seus comparsas.

“Pintão” responde onze procedimentos com diversas audiências de instrução criminais não realizadas pela ausência do réu. Ele é acusado de crimes de danos, porte de arma de fogo, quatro assaltos, três lesões corporais e dois homicídios. O primeiro deles no dia 20 de novembro de 2010 contra o adolescente Darlan de Oliveira Feitosa, de 16 anos, no cruzamento das avenidas Castelo Branco e Padre Cícero (Triângulo) quando fugiu numa moto pilotada por uma pessoa apelidada por “Paulinho”.

Três meses depois ou no dia 22 de fevereiro de 2011 matou com 10 tiros de pistola o jovem Leonardo Gonçalves Matos, de 25 anos, o “Léo Boca de Lata”, que residia na Rua Delmiro Gouveia. O crime aconteceu na Rua Rui Barbosa (Santa Tereza), onde a mãe da vítima, Flávia Gonçalves Matos, saiu ferida. Além de “Pintão”, o Inquérito indicia ainda Francisco Severino de Sousa Júnior, Luiz Paulo Almeida Alves e Cícero Thiago Gomes da Silva.

Além disso, “Pintão” é suspeito de um crime de latrocínio no dia 13 de junho de 2016 em Barbalha. Quando abria o seu estabelecimento na Rua Padre Agostinho Mascarenhas 312 (Bairro Bulandeira), o comerciante Antonio Saraiva Cordeiro, de 57 anos, o “Seu Carlinhos”, foi assassinado com um tiro no abdômen. Ele teria reagido ao assalto e os dois acusados fugiram num veículo Corolla.

Ele, também, já tinha sido preso em Fortaleza no dia 9 de agosto de 2011 como um dos acusados do roubo de R$ 228 mil da Farmácia Gentil no centro de Crato. Ele foi recambiado ao Cariri juntamente com outro envolvido o comerciante Francisco Emanuel Carvalho de Sousa, de 34 anos, o “Gordo”, residente em Redenção, após serem presos na Avenida dos Expedicionários, em frente ao Instituto Penal Olavo Oliveira na capital cearense.

Na época, a polícia cumpriu Mandados de Prisão e apreendeu com a dupla uma bolsa com roupas, pertences pessoais, maconha, muitos equipamentos de sons automotivos e uma bomba para colchão inflável. O roubo do malote da farmácia em Crato aconteceu no dia 6 de julho de 2011 e a tarefa seguinte da polícia foi tentar recuperar o dinheiro. No mesmo dia, prendeu no Bradesco de Juazeiro Maria Helaine Ferreira da Costa, de 24 anos, residente no bairro Franciscanos sacando R$ 50 mil da poupança.

Ela era companheira de outro acusado do assalto no caso Edson Gomes Tomás da Silva que fugiu. Na residência da jovem, os PMs encontraram mais R$ 3 mil e uma espingarda. No momento da prisão ela se passou por comerciante estabelecida e, depois, sacoleira afirmando que já vinha poupando o dinheiro há algum tempo para comprar uma casa. Só que a movimentação verificada a partir dos extratos bancários não bateu e quanto aos R$ 3 mil tinha ganhado em sorteio na Eletromil.

Outra prisão de “Pintão” foi em Juazeiro do Norte no dia 25 de julho de 2013 junto com Cícero Antonio Soares Rosendo, de 22 anos, residente na Rua do Rosário (Socorro). Eles trafegavam num Fiat Pálio de cor prata e tentaram fugir ao notar a aproximação da polícia, mas houve perseguição pelas ruas do bairro Lagoa Seca ocasionando um acidente com a viatura da PM. A dupla estava com um revólver calibre 38, uma pistola e, na casa de um deles, uma moto roubada.
 
“Pintão” estava com uma pistola e já tem várias passagens pela política (Foto: Reprodução/Redes Sociais)
Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

TRAGÉDIA: Prédio de 24 andares desaba em SP após incêndio; há desaparecidos

Fogo se alastrou rapidamente. Pessoas estão desaparecidas após o desabamento.
Os bombeiros fazem buscas nos escombros após um incêndio de grandes proporções ter provocado o desabamento de um prédio de 24 andares no Largo do Paissandu, no centro de São Paulo, na madrugada desta terça-feira, 1º. Um edifício vizinho também pegou fogo nos três primeiros andares, mas não corre risco de colapso. A Igreja Evangélica Luterana, que fica ao lado do prédio em chamas, também pegou fogo e parte da estrutura desabou. O Corpo de Bombeiros busca por vítimas sob os escombros. Há pelo menos um desaparecido. A Prefeitura de São Paulo diz que 92 famílias ocupavam o local, mas não se sabe quantas pessoas estavam no local no momento do desabamento.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o homem que caiu do prédio em chamas durante o desabamento ainda é considerado desaparecido. Testemunhas afirmam que trata-se de um homem chamado Ricardo (o sobrenome não foi informado), que trabalha como carregador na Rua 25 de Março. Os relatos dão conta de que ele saiu do edifício, mas voltou para ajudar outros moradores a saírem do local. Mais de 30 viaturas e 96 homens trabalham na área.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o trabalho sob os escombros do prédio de mais de 20 andares será minucioso. A corporação trabalha com a perspectiva mínima de uma semana para fazer o trabalho de rescaldo no local do incêndio. O maquinário pesado só entra em ações após três dias. Antes disso, a retirada de escombros é manual, sempre com a expectativa de encontrar possíveis vítimas ainda com vida.

O presidente Michel Temer visitou o local onde o edifício desabou. Ele estava na sua residência em São Paulo e afirmou que o governo federal dará suporte às vítimas. Temer foi hostilizado pela população e teve de sair às pressas.

Vistoria constatou péssimas condições

O porta-voz do Corpo de Bombeiros ressaltou que o prédio já havia passado por vistoria, na qual foram relatadas as péssimas condições do local às autoridades do município. Em um segundo momento, o objetivo é apurar quais autoridades receberam as informações sobre as condições do prédio. De acordo com a corporação, os compartimentos entre os andares eram divididos por madeira, o que ajudou a propagar as chamas. (Estadão Conteúdo / Diário do Nordeste)