Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

terça-feira, 18 de abril de 2017

Polícia Rodoviária registra redução de 31% nos acidentes nas rodovias do Ceará

Conforme balanço divulgado pela Polícia Rodoviária Federal nesta segunda-feira, o número de acidentes nas rodovias federais do Ceará, durante a Operação Semana Santa deste ano, em comparação ao mesmo período do ano passado, apresentou redução de 31%. No ano passado foram 52 acidentes e neste ano 36. A operação começou na quinta-feira e foi encerrada na noite de domingo.

Também houve redução no número de mortos e feridos se comparado ao mesmo período do ano passado. Em 2016, quatro pessoas morreram durante o feriado, já neste ano, foram três vítimas fatais, uma queda de 25%. Já o número de feridos diminuiu 19%, passando de 48, em 2016, para 38, este ano.

A operação registrou 2.610 infrações de trânsito, entre elas, 2.467 flagrantes de excesso de velocidade e 375 motoristas autuados por ultrapassar em locais proibidos. Foram realizados 2.070 testes de etilômetro, onde 38 pessoas foram autuadas e seis detidas ao serem flagradas dirigindo sob efeito de bebida alcoólica.

Ceará Agora

Moro exige presença de Lula em depoimentos de 87 testemunhas de defesa

O juiz federal Sérgio Moro decidiu nessa segunda-feira (17) aceitar pedido feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para arrolar 87 testemunhas de defesa em uma das ações penais da Operação Lava Jato. No entanto, Moro determinou que Lula compareça a todas as audiências para “prevenir a insistência na oitiva de testemunhas irrelevantes”.

“Já que este julgador terá que ouvir 87 testemunhas da defesa de Luiz Inácio Lula da Silva, além de dezenas de outras, embora em menor número arroladas pelos demais acusados, fica consignado que será exigida a presença do acusado Luiz Inácio Lula da Silva nas audiências nas quais serão ouvidas as testemunhas arroladas por sua própria defesa, a fim prevenir a insistência na oitiva de testemunhas irrelevantes, impertinentes ou que poderiam ser substituídas”, decidiu Moro.

Entre as pessoas que foram convocadas pela defesa de Lula estão os ex-diretores da Polícia Federal Luiz Fernando Correa e Paulo Lacerda, além do ex-ministro da Controladoria-Geral da União (CGU) Jorge Hage.

Defesa de Lula

Em nota, a defesa de Lula declarou que a decisão de Moro é arbitrária porque a presença do acusado é facultativa e não obrigatória nas audiências de processos criminais. Para os advogados, Moro pretende desqualificar a defesa.

“Essa decisão foi proferida na ação penal em que Lula é indevidamente acusado de ter recebido um terreno para a instalação do Instituto Lula e um apartamento, vizinho ao que reside. No entanto, as delações dos executivos da Odebrecht mostraram que o ex-presidente não recebeu tais imóveis, o que deveria justificar a extinção da ação por meio de sua absolvição sumária”, diz a nota.

(Agência Brasil)