Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Dona de casa morta quando pedalava. No ano, já são 52 mulheres assassinadas no Ceará

Corpo de Maria do Livramento foi encontrado numa estrada de terra ao lado da bicicleta

Subiu para 52 o número de mulheres assassinadas, neste ano, no Ceará. A vítima mais recente da violência foi uma dona de casa, de 52 anos. Ela acabou sendo morta a facadas quando fazia sua atividade física diária. O crime ainda está envolto em mistério.

O caso ocorreu na localidade de Sítio Picada, zona rural do Município de Senador Sá, na Zona Norte do Estado (a 268Km de Fortaleza). Maria do Livramento Florêncio da Silva havia saído de casa, por volta de 6 horas, como fazia diariamente para se exercitar. Ela pedalava sua bicicleta por uma estrada vicinal que dá acesso ao Sítio Picada, e de lá desapareceu.

Hipóteses

Cerca de duas horas depois, os vizinhos iniciaram uma busca pela região e encontraram a vítima já morta ao lado da bicicleta. A princípio, a Polícia descartou a hipótese de um crime de latrocínio (roubo seguido de morte), já que nada foi roubado da vítima. A segunda possibilidade é de um caso passional ou mesmo um crime sexual.

O corpo da vítima foi encaminhado ao Núcleo da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) da cidade de Sobral para a realização de exames periciais.
Com o assassinato de Maria do Livramento Florêncio subiu para 16 o número de mulheres mortas neste mês de abril no Ceará. No acumulado do ano já são 52 homicídios contra pessoas do sexo feminino, desde crianças e adolescentes a idosas.

Veja a lista completa das mulheres mortas no Ceará em 2017

JANEIRO
1 – (03/01) – Ana Cleide Albuquerque (facadas) – Sede (VARJOTA)
2 – (03/01) – Emanuela Ramos de Oliveira (bala) – Rua Maranguape/Bom Jardim (CAPITAL)
3 – (11/01) – Geysa Araújo de Menezes (facadas) – Sede (NOVA RUSSAS)
4 – (13/01) – Paloma Cristina Pereira Nunes (bala) – Bairro Luiz Alves (LIMOEIRO DO NORTE)
5 – (13/01) – Juliane Mairle da Silva (bala) – Bairro Luiz Alves (LIMOEIRO DO NORTE)
6 – (18/01) – Maria Jeziane Pinheiro de Menezes (facadas) – (SÃO GONÇALO DO AMARANTE)
7 – (20/01) – Margarida da Costa Matos (outros meios) – Av. Sen. Fernandes Távora/Genibaú (CAPITAL)
8 – (21.01) – Rosângela Rodrigues do Nascimento (bala) – R. Desembargador Praxedes/Montese (CAPITAL)
9 – (21/01) – Carleane Rodrigues da Silva (bala) – Rua Rio Araguaia/Jardim Iracema (CAPITAL)
10 – (31/01) – Geralda Gonçalves de Sousa (outros meios) – (AQUIRAZ)
FEVEREIRO
11 – (01/02) – Socorro Gomes Ferreira (esganada) – Sede (QUIXADÁ)
12 – (05/02) – Vítima não identificada (bala) – Rua Luminosa/Granja Portugal (CAPITAL)
13 – (07/02) – Maria Luzanira de Sousa (outros meios) – Sede (MISSÃO VELHA)
14 – (07/02) – Rita Maria Ferreira dos Santos (bala) – Localidade Sítio Campestre (FORTIM)
15 – (18/02) – Vítima não identificada (bala) – Distritto Sucesso (QUIXERÉ)
16 – (19/02) – Francisca Maiara Diógenes Peixoto Borges (bala) – (ALTO SANTO)
17 – (20/02) – Vladna Dimara Araujo Silva (bala) – (JAGUARUANA)
18 – (20/02) – Luzirene da Conceição Rocha (bala) – Av. Perimetral/José Walter (CAPITAL)
19 – (20/02) – Valdirene Nascimento Ribeiro (bala) – R. Sargento Barbosa/Bom Jardim (CAPITAL)
20 – (21/02) – Jucely Alves Arrais (bala) – Zona Rural (AIUABA)
21 – (21/02) – Vítima não identificada (bala) – R. do Patrocínio/B. Pedreiras (CAUCAIA)
MARÇO
22 – (03/03) – Maria Duarte de Freitas (faca) – Sede (PARACURU)
23 – (04/03) – Francisca Elivânia Cândido (outros meios) – (MAURITI)
24 – (05/03) – Ana Carolina Rodrigues dos Santos (bala) – R. Ayrton Senna/Jangurussu (CAPITAL)
25 – (05/03) – Irene Ferreira Pinto (faca) – Sede (TRAIRI)
26 – (07/03) – Paula Raiane Gomes da Silva (bala) – (JUAZEIRO DO NORTE)
27 – (09/03) – Sandra Goretti Justino de Lima (bala) – Rua Geraldo Barbosa/Bom Jardim (CAPITAL)
28 – (08/03) – Regivânia Lima Almeida (faca) – Messejana (CAPITAL)
29 – (11/03) – Anathaxa Herlânia Lessa de Lima (bala) – Rua José Pereira de Abreu (MARANGUAPE)
30 – (13/03) – Francineide Diógenes Pinheiro (outros meios) – Conjunto Jereisssati II (MARACANAÚ)
31 – (15/03) – Sem identificação (faca) – Avenida Gov. Raul Barbosa/Aerolândia (CAPITAL))
32 – (20/03) – Marlene Maria da Silva (bala) – Sítio Baixa Grande (JATI)
33 – (22/03) – Ana Iracélia dos Santos (pauladas) – Bairro Bela Vista (BARBALHA)
34 – (22/03) – Maria de Lurdes Lima dos Santos (bala) – Bairro Vila Nova (CAUCAIA)
35 – (26/03) – Rayanne de Sousa Silva (bala) – Bairro Várzea Alegre (RUSSAS)
36 – (26/03) – Francisca Carla Pereira Félix (bala) – Centro (CAPITAL)
36 – (28/03) – Jardelisa Guimarães de Oliveira (bala) – Bairro Matadouro (QUIXERÉ)
ABRIL
37 – (01/04) – Maria Rosa Barroso de Deus (pauladas) – (QUIXADÁ)
38 – (03/04) – Judithe Francisca Portela (bala) – (TIANGUÁ)
39 – (04/04) – Karina Soares Monteiro (bala) – Rua da Liberdade/B. Padre Júlio Maria (CAUCAIA)
40 – (05/04) – Katiana de Melo Pereira (bala) – Bairro Sinhá Sabóia (SOBRAL)
41 – (06/04) – Francisca Anete Farrapo de Sousa (bala) – Sítio São Francisco (TAUÁ)
42 – (07/04) – Débora Lohanny de Oliveira (espancamento) – Via Expressa/Cocó (CAPITAL)
43 – (09/04) – Antônia Alves Batista (bala) – Sede (ACOPIARA)
44 – (13/04) – Meyrilane Machado Ramos (bala) – Rua Venezuela/Montese (CAPITAL)
45 – (13/04) – Raimunda Vasconcelos de Moura (faca) – Distrito Amanari (MARANGUAPE)
46 – (13/04) – Maria Aline da Silva Brito (bala) – Localidade Lameirão (MARANGUAPE)
47 – (14/04) – Gerardina Zeferina Costa (faca) – (CAUCAIA)
48 – (15/04) – Graziela Rocha Leonardo (bala) – Rua 10/Praia do Futuro (CAPITAL)
49 – (16/04) – Jamile Nogueira Henrique (espancamento) – (PARAMBU)
50 – (19/04) – Maria Helena Figueiredo Tenório (bala) – Sede (JUAZEIRO DO NORTE)
51 – (19/04) – Maria Aurilene do Nascimento (faca) – Sede (CAMOCIM)
52 – (25/04) – Maria do Livramento Florêncio da Silva (facadas) – Loc. Picada (SENADOR SÁ)



Fonte Ceará News7

Secretaria de Meio Ambiente destrói 98 equipamentos sonoros apreendidos em Fortaleza


De acordo com a Seuma, foram descartadas 98 estruturas que não foram resgatadas no prazo estabelecido em lei. (Foto: Reprodução/TV Verdes Mares)
De acordo com a Seuma, foram descartadas 98 estruturas que não foram resgatadas no prazo estabelecido em lei. (Foto: Reprodução/TV Verdes Mares)

A Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) destruiu na manhã desta quarta-feira (26) equipamentos sonoros apreendidos devido ao uso irregular. Os resíduos serão encaminhados para a reciclagem.

O procedimento aconteceu no estacionamento da Seuma, na Avenida Deputado Paulino Rocha, no Bairro Cajazeiras. De acordo com a Seuma, foram descartadas 98 estruturas que não foram resgatadas no prazo estabelecido em lei. Muitas se encontram deterioradas por conta da ação do tempo. Outros 43 materiais serão entregues a instituições que se adequaram às regras de doação.

A ação faz parte da programação em alusão ao Dia Mundial de Conscientização sobre Ruído, que ocorre anualmente sempre na última quarta-feira do mês de abril. Este é o oitavo descarte de equipamentos sonoros promovidos pela Seuma nos últimos cinco anos. Ao todo, entre 2013 e 2016, 1.116 materiais foram descartados e 210 outros doados a entidades.

A Seuma disse que os materiais destruídos são encaminhados para empresa especializada em coleta de resíduos eletrônicos. Estes componentes são separados e destinados para o setor industrial a fim de serem reutilizados. A madeira e demais materiais seguem para a Rede de Catadores do Ceará.

Apreensões em 2017

As equipes de fiscalização da Seuma, em parceria com demais órgãos, como o Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), apreenderam, neste ano, até a primeira quinzena de abril, 257 aparelhos sonoros e realizaram 370 autos de constatação. Em 2016, durante as vistorias realizadas diariamente, foram feitas 581 apreensões. Entre 2012 e 2016, foram apreendidos 2.712 equipamentos. Ao longo de 2016, a Seuma registrou mais de 2 mil denúncias só de poluição sonora. Só este ano, já foram contabilizadas mais de 600 denúncias. 



Fonte G1 Ceará