Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Feriadão de Tiradentes deixa 47 mortos no Ceará em acidentes e assassinatos

A violência deixou sua marca em mais um feriadão no Ceará

Ao menos, 47 pessoas tiveram morte violenta neste fim de semana prolongado pelo feriado de Tiradentes (21). O balanço parcial das ocorrências policiais registradas no período entre a última sexta-feira e o começo da madrugada desta segunda (24) aponta 39 casos de assassinatos e mais oito óbitos decorrentes de acidentes de trânsito.

Em Fortaleza, 14 homicídios foram registrados no fim de semana nos seguintes bairros: Bom Jardim (2 casos), Barroso (2 casos), Planalto Ayrton Senna, Engenheiro Luciano Cavalcante, Pan-Americano, Barra do Ceará, Cais do Porto, Siqueira, Vila Velha, Cajazeiras, Pirambu e Conjunto Ceará. .

Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), foram mais sete homicídios nos seguintes Municípios: Pacajus (duplo, no bairro Aldeia Park), Maracanaú (Conjunto Novo Maracanaú), Guaiúba (localidade Água Verde), Horizonte e Caucaia (dois casos, no bairro Parque Potira e na localidade Boqueirão, na BR-222).

Interior

No perímetro do Interior Norte, segundo dados da SSPDS, foram registrados sete casos de homicídios sendo três deles na cidade de Sobral (dois deles no bairro Sumaré e outro no bairro Dom Expedito), além de Paraipaba (Sede) e Nova Russas (Bairro Parque da Cidade), além de Paracuru e Itapajé.

No Interior Sul, foram registrados 11 casos de homicídios nos seguintes Municípios: Juazeiro do Norte (2 casos, nos bairros Franciscanos e Frei Damião), Alto Santo (sede), Russas (Sítio Macambira), Lavras da Mangabeira (Bairro do Cruzeiro), Crato (Distrito Pontal da Serra), Orós (Bairro Mutirão), Campos Sales (Bairro Poço), Brejo Santo (Sítio Lagoa do Mato), Senador Pompeu (Bairro Alto do Cruzeiro) e Icó (Bairro Gama).

Acidentes

Oito pessoas morreram vítimas de acidentes de trânsito nos seguintes Municípios cearenses: Crateús (Avenida Sargento Hermínio/Centro/Sede), Maranguape (CE-065/Distrito de Amanari), Cruz (Estrada do Preá), Boa Viagem (duas mortes/Localidade Santo Antônio)), Limoeiro do Norte (Estrada de Flores), Camocim (Bairro Tijuca) e Russas (Avenida Antônio Cordeiro/Centro/Sede).

Das oito pessoas que faleceram em decorrência de acidentes, apenas uma não era passageira ou piloto de motocicleta. As demais transitavam em motocicletas e, destas, seis foram vítimas de colisões. A sétima morreu em conseqüência de queda. Uma criança morreu em decorrência de atropelamento na rodovia estadual CE-065, em Maranguape, na manhã de sábado (22).



Fonte Ceará News7

Moro decide adiar depoimento de Lula na Lava Jato

O ex-presidente Lula e o juiz Sergio Moro, da Lava Jato
O juiz Sergio Moro, responsável pela Lava Jato em Curitiba, decidiu mudar a data do depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, até então previsto para o dia 3 de maio.

Segundo a Folha apurou, a mudança ocorrerá a pedido da Polícia Federal. Moro deve adiar o depoimento de Lula para o dia 10 de maio.

A decisão de mudar a data do depoimento foi confirmada pelo próprio Moro à cúpula da PF, em reunião em Curitiba, há algumas semanas.

A polícia argumentou que precisaria de mais tempo para organizar a segurança no local e que o feriado do dia do Trabalho, 1º de maio, dificultaria ainda mais a operação.

O PT e movimentos alinhados ao partido preparavam forte mobilização para apoiar o ex-presidente. Caravanas estavam partindo de diversos pontos do país.

O processo em que Lula será ouvido é relacionado ao episódio do tríplex em Guarujá, litoral de São Paulo, em que o ex-presidente é acusado de ter recebido vantagens indevidas da empreiteira OAS.

A defesa de Léo Pinheiro, sócio da empreiteira, entregou à Justiça Federal do Paraná documentos para tentar comprovar as afirmações de que o ex-presidente foi beneficiado pela reforma do apartamento.

Em depoimento na semana passada a Moro, o empreiteiro disse que o apartamento era de Lula.

Folha de S.Paulo