Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

domingo, 30 de abril de 2017

MEC prorroga até 31 de maio prazo para renovação dos contratos do Fies


O Ministério da Educação (MEC) prorrogou até 31 de maio o prazo de renovação dos contratos junto ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para o primeiro semestre de 2017. A mudança, publicada no Diário Oficial da União (DOU), objetiva ampliar o tempo para que os interessados não percam o benefício.

O aditamento teve início em 16 de janeiro, logo após as instituições de ensino superior privadas inserirem os dados cadastrais do aluno no Sistema Informatizado do Fies (SisFies). A expectativa é atender aproximadamente 1,3 milhão de jovens e adultos que tiveram os contratos formalizados até o final de 2016, com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia vinculada ao MEC.

Fies – Atualmente, o Fies beneficia mais de 2 milhões de jovens e adultos que não têm condições de pagar a faculdade, oferecendo uma taxa de juros de 6,5% ao ano, abaixo da cobrada no mercado. O valor subsidiado é calculado também em cima da renda familiar do estudante, que começa a pagar a dívida somente depois de formado.

Os aditamentos de que trata esta portaria deverão ser feitos por meio do SisFies
 


Fonte Iguatu Noticias

WhatsApp: Se receber mensagens com alguns destes 6 itens; desconfie



Golpes via WhatsApp são cada vez mais frequentes e não dão sinais de que vão diminuir. São mensagens fraudulentas que carregam links para arquivos que podem roubar dados do smartphone. Uma das mais recentes diz que a Justiça bloqueou o app e que para liberá-lo será preciso acessar um link contido no texto.

Na tentativa de ajudar a aumentar a segurança dos usuários, a desenvolvedora do aplicativo listou alguns "sinais" comuns nestes tipos de mensagens. Confira abaixo.

Erros ortográficos

Se receber mensagens que contenham erros ortográficos ou gramaticais, desconfie. Falhas assim são comuns entre conversas amigáveis, mas uma empresa teria um profissional gabaritado para escrever tais textos. Sem erros.

Links

Principalmente, desconfie de qualquer mensagens que peça para que acesse links.

Dados pessoais

Jamais forneça dados pessoais – senha, número do cartão de crédito ou da conta bancária via mensagem instantânea. Instituições bancárias e lojas não usam o WhatsApp para atualizações de cadastro ou finalizar operações.

Reencaminhar

Se receber uma mensagem com pedido de que o conteúdo seja repassado para a agenda de contatos, ignore. Esta é uma forma comum de espalhar vírus e programas espiões por todos os números da lista.

Ativações

Um dos truques mais utilizados é o de enviar links que supostamente ativarão novos recursos do aplicativo. Ou impedir que ele seja bloqueado. É mentira!

Pagar

O truque mais antigo é também o mais utilizado. Volta e meia circulam mensagens garantindo que o WhatsApp começará a ser pago, razão pela qual deverá acessar determinado link para impedir que isso aconteça.
 


Fonte Notícias ao Minuto