Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

sexta-feira, 28 de abril de 2017

SSPDS planeja reforço policial para garantir tranquilidade nesta sexta (28)


post-feature-image

“A Polícia não vai parar”, garante André Costa, secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), sobre a divulgação de informações inverídicas de que a Polícia cearense iria aderir às paralisações previstas para esta sexta (28). Na amanhã desta quinta-feira (27), o titular da pasta da segurança, juntamente com os comandantes das vinculadas da SSPDS, se reuniu com representantes de outros órgãos estaduais, federais e municipais para planejar as estratégias de segurança que serão adotadas amanhã. O gestor também garante que o número de viaturas e de policiais nas ruas será maior do que o rotineiro. As paralisações serão feitas por diversas categorias e estão previstas para ocorrerem em todo o Brasil.

Ainda segundo André Costa, o planejamento estratégico tem o objetivo de inibir ações delituosas, durante as manifestações e não reprimir o ato. “É importante frisar que ninguém aqui está querendo dificultar o direito de reunião, de greve, o direito de paralisar, de reivindicar. Isso é muito importante, isso faz parte da democracia. A nossa preocupação é tão somente que nós não podemos permitir os abusos e os excessos”. Ele ressalta que os agentes de segurança atuarão para impedir depredações do patrimônio público e privado e para garantir o direito de ir e vir das pessoas que precisam usar o transporte coletivo, as vias públicas e prédios públicos, como unidades de saúde, por exemplo.

A reunião foi realizada no Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR), que fica na sede da SSPDS. Participaram, além do secretário e dos comandantes das Polícias Civil e Militar do Estado do Ceará (PCCE) e (PMCE), Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE) e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), representantes da Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), Secretaria Municipal de Segurança Cidadã (Sesec), que é responsável pela Guarda Municipal, e a Casa Militar, além dos responsáveis pelas Coordenadorias Integrada de Planejamento Operacional (Copol), Integradas de Operações de Segurança (Ciops), de Operações Aéreas (Ciopaer) e de Inteligências – todas da SSPDS.

Uma das deliberações da reunião é o funcionamento do CICCR durante esta sexta (28). “Amanhã teremos aqui instalado o nosso comando de controle com representantes de todos esses órgãos federais, estaduais e municipais para que a gente possa ter uma comunicação mais facilitada, mais rápida”, ressalta Costa. O equipamento possibilita uma tomada de decisões mais célere, tendo em vista a concentração dos representantes dos órgãos já citados e o acompanhamento em tempo real das ocorrências. Um helicóptero da Ciopaer acompanhará os movimentos sociais e transmitirá imagens em tempo real para o CICCR.

Reforço policial

O policiamento desenvolvido em Fortaleza e Região Metropolitana será reforçado. Inclusive, os policiais militares que trabalham no serviço administrativo também estarão de prontidão. O secretário também afirmou que policiais de folga também serão chamados para atuar. “A gente vai pagar hora extra para trazer policiais de folga na atuação, na prontidão. Se houver alguma necessidade de trabalho extra, esses policiais já vão estar totalmente equipados para rapidamente chegarem aos locais em que eventualmente houver necessidade”.

Ele classifica ainda como irresponsável a propagação de informações inverídicas de que a Polícia cearense iria aderir às paralisações. “Pessoas, de forma irresponsável, ficam difundido informações que são inverídicas, mentirosas, dizendo que a Polícia vai parar. A Polícia não vai parar. Muito pelo contrário. A segurança pública amanhã terá todo um reforço. Tudo o que for necessário fazer para garantir a ordem pública, pra garantir o direito de ir e vir das pessoas, o patrimônio das pessoas, nós agiremos, nós faremos. Sempre, claro, ressalto, preservando o direito de reunião, o direito de greve, o direito de reivindicação das pessoas. Isso é ato de cidadania”.
Créditos: SSPDS

Vídeo flagrado por pedestre mostra o desacato ao policial que tentava fazer seu trabalho



Uma discussão no trânsito entre uma advogada parada em uma blitz e um policial no Rio de Janeiro está dando o que falar.

Dois vídeos foram pulicados na internet mostrando que aparentemente o policial foi desacatado apenas por fazer o seu trabalho.

Veja o vídeo completo:

Via YouTube