Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Aos 47 anos, Luciana Gimenez posa nua com o corpo coberto apenas por um lençol


Luciana Gimenez posa sexy aos 47 anos Foto: danilo borges/ absolutmag.com.br/ divulgação
EXTRA
Luciana Gimenez mostra sua boa forma, aos 47 anos. Mãe de dois filhos, a apresentadora confessa seu receio em parecer vulgar nas fotos mais sensuais: “Sempre faço cara sexy, mas quando a foto é nua, pode ficar vulgar. Aí, tento ficar séria”, diz Luciana, que abriu um sorrisão ao posar nua só com um lençol para a revista “AbsolutMag”.
Luciana Gimenez posa sexy aos 47 anos
Luciana Gimenez posa sexy aos 47 anos Foto: danilo borges/ absolutmag.com.br/ divulgação
Luciana Gimenez, que trabalhou como modelo antes de entrar para a TV, já foi alvo de críticas nas redes sociais por conta da magreza. Com 1, 81m de altura e 58 quilos, a apresentadora se diz feliz com o corpo.
EXTRA

Morre o jornalista, professor e advogado Carlos Chagas


Reconhecido nacionalmente, Chagas passou por grandes veículos de comunicação, foi professor da UnB por 25 anos e publicou livros sobre o período da ditadura miliar no Brasil Ao longo da carreira trabalhou no jornal O Estado de S. Paulo, na TV Manchete e no SBT - Foto: Reprodução O jornalista Carlos Chagas morreu, nesta quarta-feira (26), aos 79 anos, em Brasília. Reconhecido jornalista, Chagas passou por grandes veículos de comunicação do país, foi professor do Departamento de Comunicação da Universidade de Brasília (UnB) por 25 anos e publicou livros sobre o período da ditadura miliar no Brasil. Era formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ). A morte do jornalista foi informada em uma rede social pela filha Helena Chagas, também jornalista e ex-ministra da Secretaria de Comunicação Social do governo Dilma Rousseff. Biografia Nascido em Três Pontas (MG), filho de um comerciante e de uma professora, Carlos Chagas começou a carreira de jornalista no final dos anos 1950, quando ainda estudava Direito no Rio de Janeiro. A primeira contratação foi no jornal O Globo, em 1959. Após concluir o curso universitário no final de 1960, trabalhou durante um ano e meio como jornalista e também como advogado de presos que cumpriam pena no presídio da ilha Grande (RJ). Em seguida, prestou concurso para promotor público e foi aprovado. Diante da impossibilidade de acumular as atividades de promotor e jornalista, optou pelo jornalismo. Ao longo da carreira trabalhou no jornal O Estado de S. Paulo, na TV Manchete e no SBT.

Justiça determina que Adriana Ancelmo retorne para o presídio


Foto: Reprodução / Blog do Garotinho
 A ex-primeira dama do Rio de Janeiro, Adriana Ancelmo terá que voltar para o presídio. Em votação nesta quarta-feira (26), o Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2), por meio da 1ª Turma Especializada, revogou a prisão domiciliar, determinada pela 7ª Vara Federal Criminal há um mês. A decisão dos desembargadores atendeu a um pedido do Ministério Público Federal (MPF), que questionou o benefício concedido a Adriana no TRF-2. O recurso sustentava que, ao permanecer em casa, a ex-primeira-dama pode continuar praticando os crimes pelos quais ela responde, como lavagem de dinheiro. Para os procuradores, o fato de terem sido encontrado joias sem nota fiscal e R$ 53 mil em espécie em seu apartamento no Leblon "evidencia que Adriana e sua organização estão, no momento, ocultando e movimentando valores de forma a impedir sua apreensão". "O que demonstra, extreme de dúvidas, a necessidade da custódia cautelar para garantia da ordem pública”, escreveram os procuradores. Adriana foi presa preventivamente em dezembro, uma semana depois do ex-governador Sérgio Cabral, seu marido, e ganhou o direito de ficar em casa em março.