Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

sábado, 22 de abril de 2017

Chuvas continuam fracas no Estado, aponta Funceme

Nesta última quinta-feira, a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registrou chuvas em 48 municípios. A maior precipitação foi registrada em Ererê, na Região Jaguaribana, com 62mm. Entretanto, de acordo com o mapa de chuvas da Funceme, ontem, as maiores concentrações de nuvens foi no oeste do Estado, onde em Chaval o pluviômetro registrou 55mm.

A escassez de chuvas continua, sendo o seu principal fator o afastamento da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) da costa do Ceará e de todo o Nordeste. Esse fenômeno é o principal indutor de chuvas nesta região do País. Esse quadro deve continuar neste feriado de 21 de abril. Possibilidade de chuvas, e mesmo assim isoladas, somente no Centro-Sul. Para amanhã, os meteorologistas são mais otimistas. A previsão é de nebulosidade variável com possibilidade de chuvas isoladas em todo o Estado.

Essa é a expectativa de quem arou a terra e iniciou o plantio nos roçados. A interrupção das chuvas, com intervalos prolongados, conhecida popularmente como veranicos, prejudica as lavouras. As pragas das lagartas voltam a atacar. Faltando dez dias para o encerramento do mês, o desvio da média histórica de chuvas ainda é negativo em todas as regiões do Ceará.

De quarta para ontem, foram registrados aportes em 42 açudes dos 153 monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), que acumulam atualmente 12,29% do volume. Dez deles seguem sangrando, sendo que 105 estão abaixo de 30%, incluindo 40 no volume morto e 17 secos. (A.P.)
 


Fonte Diário do Nordeste

Incêndios: Eunício oferece apoio a Camilo para Estado receber forças de segurança


O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB), disse, nesta sexta-feira, por meio das redes sociais, que o crime não pode vencer o Estado e ofereceu apoio ao Governador Camilo Santana (PT), para deslocamento, se necessário, da Força Nacional de Segurança para dar mais tranquilidade a população da Grande Fortaleza afetada, na quarta e quinta-feira, com as ações criminosas e incêndios a ônibus e carros particulares.

A polícia registrou, pelo menos, 19 ônibus incendiados – 16, na quarta, e três, na quinta, além de carros da Cagece, Enel e Prefeitura de Caucaia. Um motorista e um cobrador saíram feridos. Na quarta, as empresas recolheram os ônibus para preservar a vida dos funcionários e passageiros. Durante a manhã de quinta, o Sindiônibus (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros) cobrou ao Governo do Estado segurança para os veículos circularem e, na tarde e noite, viaturas policiais acompanharam os ônibus.

Com tanta intranquilidade para os motoristas, cobradores e passageiros, o senador Eunício Oliveira disse que era precisa o Governo do Estado ser mais dura nas ações de combate ao crime organizado. Na mensagem dirigida aos cearenses, o presidente do Senado definiu a situação como preocupante e afirmou que a segurança vive um dos piores momentos no Estado.

‘’A segurança pública do Ceará vive um dos piores momentos. Nos últimos dias, a população enfrentou atos de verdadeiro terror em Fortaleza e nas cidades do Interior. É hora de todos assumirem suas responsabilidades. A população exige ações enérgicas do Governo Estadual. É preciso garantir o direito básico de ir e vir e de normalidade do transporte público. O crime não pode vencer o Estado’’, alertou Eunício Oliveira, para, em seguida acrescentar: ‘’Nos colocamos à disposição do Governo do Estado para, se necessário, solicitar o deslocamento da força nacional. Nesse momento, o mais importante é que a vida e a integridade das pessoas sejam preservadas’’.
  
  


Fonte Ceará Agora