Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

domingo, 30 de abril de 2017

Se entrasse na disputa, Moro venceria Lula no 2º turno em 2018


O nome do juiz federal Sérgio Moro, responsável por processos na primeira instância da operação Lava Jato, foi testado pela primeira vez na pesquisa Datafolha, divulgada neste domingo (30) pela Folha de S. Paulo. Na simulação de um segundo turno entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o magistrado, Moro venceria a eleição. 

No cenário de primeiro turno em que Moro foi incluído, o juiz chega tecnicamente em segundo. No segundo turno, ele supera Lula numericamente, com empate técnico: 42% a 40%.
Ainda de acordo com a pesquisa de segundo turno, o ex-presidente também perderia para a ex-ministra e líder da Rede Sustentabilidade Marina Silva.
A pesquisa foi divulgada no jornal Folha de S. Paulo deste domingo (30). O Datafolha ouviu 2.781 eleitores, em 172 municípios, na quarta (26) e na quinta (27). A margem de erro é de dois pontos percentuais.
Fonte: Notícias ao Minuto

Menina que nasceu com 3 pernas e 2 vaginas é operada e já pode andar



A pequena Choity Khatun, de 3 anos, que nasceu com três pernas, já pode andar e até correr normalmente depois de ter sido submetida a uma cirurgia para retirada do membro em um hospital de Melbourne, na Austrália.
Segundo a CNN, parte de um irmão gêmio da menina, que é natural de Bangladesh, cresceu com ela no útero da mãe. Especialistas de sua terra natal chegaram a dizer que ela teria poucas chances de sobreviver.
“Por causa da parte de um irmão gêmeo, ela tinha dois retos, duas vaginas e potencialmente dois ânus, crescendo em uma área bastante anormal. A operação é determinada pelo indivíduo, tivemos que passar muito tempo analisando o que tinha ali e levar isso em consideração durante o procedimento”, explicou Chris Kimber, cirurgião do Monash Children’s Hospital. 
Depois da reconstrução, a menina já consegue andar e até correr. No entanto, o cirurgião acredita que Choity precisará de cirurgias de correção quando chegar à adolescência, mas já foi liberada para voltar para Bangladesh com a mãe.
Fonte: Notícias ao Minuto