Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

terça-feira, 25 de abril de 2017

Três soldados morrem afogados durante treinamento aquático em quartel de São Paulo


Foto: Reprodução / TV Globo Enquanto participavam de um treinamento aquático, três soldados do Exército morreram afogados na tarde dessa segunda-feira (24). O acidente aconteceu por volta das 17h, em uma lagoa no quartel do Grupo Bandeirante, em Barueri, na Grande São Paulo. Os três integravam o 21º Depósito de Suprimentos do Exército e, segundo informações da Folha de S. Paulo, chegaram a receber atendimento do Corpo de Bombeiros, mas morreram no local. Em nota, o Comando Militar do Sudeste confirmou a informação e afirmou que o caso será investigado. "Os militares estavam em instrução militar e participavam de atividade prevista no treinamento do combatente básico. Um Inquérito Policial Militar será instaurado para levantar as causas que levaram ao incidente", diz o texto da assessoria do grupamento. Até então, a identidade das vítimas não foi divulgada. De acordo com o G1, esse é um dos mais antigos quarteis de São Paulo, criado em 1915.

Assaltantes de transportadora de valores no Paraguai são brasileiros, diz ministro


Assaltantes queimaram 15 carros ao redor da transportadora de valores Foto: ABC Color/Reprodução
R$ 120 milhões são levados em assalto a transportadora de valores no Paraguai
Assaltantes de transportadora de valores no Paraguai são brasileiros. A informação, que estava sendo tratada apenas como suspeita na manhã desta segunda-feira (24), foi confirmada pelo ministro do Interior do Paraguai, Lorenzo Lezcano, em entrevista à rádio ABC Cardinal. Durante o roubo, o grupo formado por cerca de 50 pessoas teria aberto um cofre com uso de explosivos e fuzis antiaéreos. A ação, que durou mais de três horas, resultou num prejuízo de mais de US$ 40 milhões (R$ 120 milhões) aos cofres da empresa Prosegur, de acordo com informações preliminares do jornal paraguaio ABC Color. No entanto, o chefe de investigações de delitos da Polícia Nacional em Alto Paraná, Arsênio Correa, disse que os valores ainda são contabilizados. Diario de Pernanmbuco