Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

terça-feira, 11 de abril de 2017

Sandy diz que sofreu assédio aos 12 anos durante show


A cantora disse que apesar de contar com seguranças e da presença constante da mãe, ouvia comentários abusivos de homens mais velhos.
Medo constante entre as mulheres, o assédio muitas vezes não é discutido ou fica em segredo, mesmo entre as famosas, como é o caso da cantora Sandy, que agora decidiu revelar que aos 12 anos começou a sofrer certos abusos.

Em entrevista ao site 'PopLine', a cantora, que ficou famosa quando criança ao lado do irmão Júnior, disse que apesar de contar com seguranças e da presença constante da mãe, ouvia comentários abusivos de homens mais velhos nos bastidores de seus shows.

“Prefiro não descrever, mas já aconteceu e é chato. Nunca foi nada muito grave de alguém chegar pegando, encostando, sei lá, mas já me senti assediada até no palco por gente que grita coisas enquanto você está se apresentando. Pessoas bêbadas e tudo mais. Principalmente quando eu fazia festas muito grandes, tipo festa do peão e feiras agropecuárias. Eram sempre lugares muito cheios e eu ainda muito nova, com 12, 13 anos, já ficava escutando tudo quanto é coisa que eles gritavam”, contou.

Sobre se considerar feminista, ela disse que sim. “Ah, me considero. Ideologicamente, sim. Nunca fui ativista de nada, na real, mas eu me considero feminista com certa. Apoio vários movimentos. Eu tomo muito cuidado com isso desde já, para não incutir na cabeça dele esses inúmeros preconceitos, tudo que tem de ruim na nossa sociedade. Estou tentando fazer a minha parte para nunca deixar o Theo ser influenciado por esse tipo de coisa”, disse.

Via noticiasaominuto

Marcos é expulso do "BBB 17"



Marcos é expulso do “Big Brother Brasil 17”. O médico foi chamado ao confessionário na noite desta segunda-feira e comunicado da decisão da direção do programa. Do confessionário, o participante saiu da casa, assim como aconteceu com Ana Paula no momento da sua expulsão, na edição passada do reality show. Marcos já está no hotel e ficará por lá sem contato com ninguém, por enquanto. A família dele foi avisada.

Mais cedo a delegada titular da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM) de Jacarepaguá, Viviane da Costa, esteve nos Estúdios Globo para pedir as imagens das discussões entre Marcos e Emilly. Foi instaurado inquérito.

A estudante foi submetida a um exame clínico, por um médico da Globo, para avaliar a possibilidade de lesão corporal. No início da noite foram chamados ao confessionário separadamente. Para Emilly ficou claro seus direitos, garantidos pela Lei Maria da Penha, inclusive o de ficar distante de Marcos.

Em comunicado, a Globo reafirmou seu repúdio a toda e qualquer forma de violência, tendo evidenciado isso em todas as suas atitudes.

Com informações do Extra.globo