Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Foto de criança viraliza, e hashtag "sai Neymar, entra Marta" bomba


Torcida anda na bronca com Neymar, que tem tido atuações apagadas.
Os gritos por Marta dos torcedores presentes no empate sem gols entre Brasil e Iraque, no último domingo (07), no Mané Garrincha, em Brasília, ganharam novas proporções nesta segunda-feira (08). Depois de uma foto de uma criança com uma camisa do Brasil com o nome de Neymar riscado e escrito embaixo, a mão, Marta, viralizar na internet, uma nova hashtag ganhou forças nas redes sociais: #saineymarENTRAMARTA.

Após mais uma atuação apagada da seleção brasileira, não demorou para a frase ser repetida milhares de vezes no Twitter, entrando, rapidamente, entre as citações mais publicadas no Brasil nesta segunda-feira. As mensagens são um misto de frases de apoio ao futebol feminino e críticas ao masculino. Em um deles, em uma montagem, Marta aparece em uma sala de aula dando aula para Neymar.
 
 
Com informações do Portal Uol

Motoristas ganham dinheiro fazendo crianças caçarem pokémons



Aplicativo foi lançado no Brasil semana passada.

Na última quarta (03), o tão esperado jogo “Pokémon Go” foi lançado no Brasil. Que o jogo seria uma febre, todos já sabiam tendo em vista o que aconteceu em outros países, em que milhares de pessoas estavam conectadas em busca de se tornar um mestre Pokémon.

O que chama atenção é que até mesmo por meio de um jogo, pessoas com visão empreendedora conseguem ir além, e trazer uma renda para si. Um exemplo claro é o designer Rogério Oliveira, que criou em Curitiba um Tour para levar as crianças à caça de Pokémons. A demanda foi gigantesca.

Rogério disse em entrevista que, como este é um jogo no qual é preciso andar pela cidade, isso geraria uma demanda para o acompanhamento das crianças. “Muitos pais não têm tempo ou paciência para isso.” O tour tem duração em média de duas horas e custa R$ 50 por criança.

Outro exemplo é o taxista Anderliton Alcântara de Aracaju. Uma publicação nas redes sociais chamou atenção com a frase “Alcântara TAXI, seu taxista Pokémon”. Anderliton conta que a ideia surgiu após um garoto ser proibido por seu pai de jogar, pois o pai tinha medo por falta de segurança.

Segundo ele, o garoto viu que esta prática já existia nos Estados Unidos. E essa pratica hoje serve de inspiração para muitos motoristas do Brasil e do mundo. O famoso Pokémon Go hoje não é simplesmente um jogo, é uma das peças fundamentais para que outros também trabalhem e se divirtam.

Para jogar é necessário sair de casa e passear caçando os monstros com seu celular. Não se pode ignorar que o jogo atrai certos perigos, como o aumento no risco de assaltos, pessoas que sofreram acidentes, entre outros pontos. Mas por outro lado, o jogo também tem ajudado pessoas a superar a depressão. 

Fonte: iG

Professores estaduais encerram greve após 107 dias



Parte da categoria não aceitou a decisão, resultando em luta dentro do Ginásio Paulo Sarasate.

Em uma assembleia realizada durante a manhã desta terça-feira (9), os professores da rede estadual de ensino decidiram pelo fim da greve da categoria, após 107 dias de paralisação. A reunião ocorreu no Ginásio Paulo Sarasate, no bairro Dionísio Torres, em Fortaleza. Parte dos docentes não aceitava a paralisação e por conta disto, houve tumulto dentro do prédio.

Cerca de dois mil professores de Fortaleza e do interior estavam na assembleia. Após a votação em que a maioria votou pelo fim da greve, os defensores da manutenção do movimento questionou a contagem dos votos e alguns ainda jogaram cadeiras e outros objetos contra o presidente da Associação dos Professores de Estabelecimentos Oficiais Ceará (Apeoc), Anízio Melo, que teve que ser retirado do ginásio com escolta de segurança. Ele e outros membros da diretoria eram impedidos de sair do local pelos professores contrários à decisão. Na saída do ginásio, novos confrontos foram registrados.

Os docentes contrários ao fim da greve alegam que durante a votação alguns integrantes estavam sem crachá e ainda assim, conseguiram votar. A assembleia foi encerrada com o fim da greve tido como oficial pelo Sindicato Apeoc. A decisão será encaminhada ao governo. Os representantes do sindicato defendem que o governo não descontem as faltas, conforme foi acordado.

No último final de semana, o governador Camilo Santana afirmou que pretendia recorrer à Justiça para suspender o movimento. “Já oferecemos 9% de aumento e eles não aceitaram porque estão transformando essa greve em uma politicagem por conta das eleições e eu não vou aceitar isso. Não vou permitir que isso prejudique o ano letivo dos alunos do Ceará por essa intransigência de um grupo, uma minoria, que vai lá para a Assembleia, porque o próprio sindicato é contra a greve”, disse.

Enquanto o Governo oferecia 9%, os professores pediam 12%. Camilo afirmou que diante da crise econômica em que o Brasil se encontra, não tem condições de pagar o reajuste solicitado pela categoria. “É realidade do país. Não posso dar um aumento desse tamanho para todos os servidores. Não posso ser irresponsável”, declarou.
 
Via CNEWS