Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788

segunda-feira, 23 de julho de 2018

Advogada morre após cair de prédio no Paraná e polícia prende marido


A advogada Tatiane Spitzner, de 29 anos, foi encontrada morta neste domingo dentro do apartamento onde morava com o marido, o professor Luís Felipe Manvailer, 29, em Guarupuava, no Paraná.

A suspeita é que Tatiana não tenha sobrevivido à queda da sacada do apartamento, que fica no quarto andar. Segundo ele, a mulher se jogou da janela durante uma discussão do casal.

A polícia ainda investiga as circunstâncias da morte, mas trabalha com a suspeita de feminicídio. A suspeita é que ele tenha carregado o corpo de volta para o apartamento.

O professor foi detido após se envolver em um acidente numa estrada a cerca de 320 km de Guarapuava. Ele dirigia o carro da advogada e seguia em direção a Foz do Iguaçu, na fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina.

Em depoimento à polícia, Manvailer negou ter empurrado a mulher da sacada.

DEPUTADO MORRE EM QUEDA DE AVIÃO


O deputado estadual do Paraná Bernardo Ribas Carli (PSDB), de 22 anos, morreu na manhã de ontem (22), após ser vítima de um acidente aéreo no trajeto entre a cidade de Guarapuava, na região dos Campos Gerais, e União da Vitória, no sul do Estado. 

O monomotor caiu na cidade de Paula Freitas, a 20 quilômetros do destino final da viagem.

O acidente também matou o piloto e o copiloto da aeronave, que não foram identificados. Segundo a assessoria do deputado Plauto Miró (DEM), tio de Bernardo, o político participaria da 62ª Festa dos Motoristas, na Paróquia Nossa Senhora de Salete, em União da Vitória, atendendo a convite do prefeito da cidade, Santin Roveda

Bernardo faz parte do clã Carli, família com tradição política na região de Guarapuava. Seu pai, Fernando Carli, é ex-prefeito da cidade. 

O deputado é irmão do ex-deputado estadual Ribas Carli Filho, conhecido por ter se envolvido em um acidente de trânsito que vitimou Gilmar Rafael, filho da deputada federal Christiane Yared (PR), em 2009. Um júri condenou o ex-deputado, em fevereiro de 2018, por duplo homicídio com dolo eventual a nove anos e quatro meses de prisão. Ele aguarda julgamento de recursos em liberdade. A Assembleia Legislativa do Paraná e o governo do Estado declararam luto oficial de três dias. 

Bernardo Ribas Carli tinha estava em seu segundo mandato na Assembleia Legislativa. Nascido em Guarapuava e graduado em administração de empresas, foi presidente da Comissão de Esportes da Alep e coordenador da Frente Parlamentar dos Produtores de Energia Elétrica. 

Repercussão

O ex-governador Beto Richa (PSDB) afirmou pelo Twitter lamentou a morte do deputado. 

“Estou profundamente abalado com a notícia. Que Deus, na sua imensa benevolência, conforte a família neste momento”. 

A governadora Cida Borghetti (PP) demonstrou pesar pelas redes sociais. 

“Sentirei muita falta do seu sorriso contagiante, da alegria e da forma respeitosa como tratava as pessoas ao seu redor”, afirmou a governadora. 

Em nota, o PSDB afirmou que “Bernardo fazia parte de uma nova geração de políticos, que deixa como legado o trabalho sério inovador e competente”.

Fonte: Diário do Nordeste