Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Agentes da Força Nacional são baleados ao entrar por engano na Vila do João, na Maré


Policiais entraram por engano na localidade conhecida como Boca do Papapi
Policiais entraram por engano na localidade conhecida como Boca do Papapi Foto: Reprodução Whatsapp
Lucas Gayoso, Gabriela Viana, Marcos Nunes e Rafael Soares
extra
Uma viatura da Força Nacional foi recebida a tiros, na tarde desta quarta-feira, ao entrar por engano em uma localidade conhecida como Boca do Papai, na Vila do João, Zona Norte do Rio. Os três agentes que estavam dentro do veículo foram atingidos, um deles na cabeça. Ele foi levado em estado grave para o Hospital Salgado Filho, no Méier.
Frame de vídeo mostra soldado sendo socorrido
Frame de vídeo mostra soldado sendo socorrido Foto: Reprodução
Natural de Roraima, o soldado Hélio Vieira, que dirigia o carro, perdeu massa encefálica e está no centro cirúrgico Hospital Salgado Filho. Ele passou por uma cirurgia com quatro horas de duranção e permanece estável no centro de tratamento intensivo da unidade.
O soldado Hélio, de Roraima
O soldado Hélio, de Roraima Foto: Reprodução
Hélio passou por cirurgia
Hélio passou por cirurgia Foto: Reprodução
.
Em um áudio, o tenente-coronel Aginaldo, da Força Nacional, informou que o soldado Rafael, que estava na viatura e ajudou a socorrer os colegas, está em estado de Choque no Hospital Salgado Filho.
Soltado baleado na cabeça está em estado grave
Soltado baleado na cabeça está em estado grave Foto: Reprodução
Outro agente, identificado como capitão Allen Marcos Rodrigues Ferreira, do Acre, sofreu um tiro de raspão e foi levado ao Hospital Municipal Evandro Freire, na Ilha do Governador, onde passa bem.
Grande volume de sangue na viatura
Grande volume de sangue na viatura Foto: Reprodução
Em um vídeo, que circulou pelas redes sociais, o agente ferido é resgatado pela equipe da Lamsa, responsável pela Linha Amarela. O soldado é retirado de dentro da viatura. Outros agentes da Força Nacional auxiliam no resgate. Nas imagens, o soldado ferido aparece consciente, mexendo os braços e as pernas na maca.
Pouco tempo após o ataque, um dos soldados fez um relato por meio de um áudio.
"Eu fui atingido. O capitão Allen foi atingido. Motorista foi atingido. Um outro combatente também foi atingido e ficou fora da viatura. Um táxi aqui tá me dando apoio e me levando para o hospital. O motorista entrou na Vila do João e os caras atiraram e atingiram a viatura. Acho que o motorista foi atingido de frente, porque ele não conseguiu sair da viatura", disse.
Agente é socorriso
Agente é socorriso Foto: Reprodução
De acordo com a Força Nacional, viaturas reforçam a segurança no acesso da Vila do João e a perícia está sendo feita no local.
Poucos momentos depois do ataque
Poucos momentos depois do ataque Foto: Reprodução
Leia, na íntegra, a nota enviada pela Polícia Militar de Roraima:
A PMRR (Polícia Militar de Roraima) confirma a informação de que o policial militar, Soldado Hélio Vieira Andrade, que atua na Força Nacional de Segurança Pública foi atingido no rosto por um tiro de arma longa, está em estado grave e sendo operado neste momento no Hospital Salgado Filho por uma equipe de especialistas neste tipo de sinistro - com arma de fogo.
O comandante Geral da PMRR, coronel Dagoberto Gonçalves, entrou em contato com o Comando da Força Nacional e mais informações serão repassadas após a cirurgia. O coronel Gonçalves foi até a casa dos familiares do militar informar sobre o ocorrido e um parente deve viajar para o Rio de Janeiro para acompanhar a situação.
Hélio Vieira Andrade ingressou na PMRR no ano de 2003 e integra a Força Nacional desde o ano de 2014. As instituições estão unidas neste momento dando suporte necessário, tanto no atendimento ao policial quando no apoio aos seus familiares.


extra

Homicídio em Juazeiro do Norte


Por volta das 21h58min a composição da RD 1340 E 1343 RTA foram acionados Rua Beato José Lourenço, Bairro Tiradentes na casa de recuperação Casa de Jacó onde segundo informações houve uma briga entre dois funcionários e um estaria caído ao solo lesionado a faca, fato constatado pela composição que encontrou o corpo de Antônio M D S, 37 anos, residente no Bairro Tiradentes já em óbito com uma perfuração a faca no braço direito e uma no peito esquerdo. O Rabecão compareceu ao local fazendo o translado do corpo ao IML para ser periciado. Foi realizado diligências nas proximidades sendo localizado o acusado Ângelo R L F, 46 anos, residente Bairro São José escondido em um matagal próximo, diante dos fato foi conduzido para 20ª DRPC. Blog do Gesso

Bando armado ataca cadeia pública de Redenção e resgata comparsas. Quatro presos ficaram feridos e um acabou morto


Redenção 7 - Dois baleados no chão
Bandidos foram baleados dentro das celas durante a invasão do bando armado
Redenção 8 - Dois baleados na ambulância
Alguns presos feridos foram transferidos pelo Samu para a Capital
Um grupo armado atacou, na noite desta quarta-feira (10), a Cadeia Pública da cidade de Redenção (a 52Km de Fortaleza), resgatou, pelo menos, oito presos e baleou outros quatro. Um deles acabou morrendo quando recebia atendimento no hospital local.  O  caso aconteceu por volta das 22 horas e um cerco policial ainda está sendo realizado naquela região serrada no Maciço de Baturité.
Segundo informações da Polícia, o grupo invadiu a cidade e se dirigiu imediatamente à Cadeia Pública. Parte dos criminosos ocupava um veículo modelo Etios, branco, de placas OSV-9896 (CE).  Outros bandidos estavam em motocicletas.
O grupo já chegou atirando para intimidar os agentes penitenciários, que, desarmados, foram obrigados a se esconder. Em seguida, os invasores foram até a carceragem e resgataram oito bandidos, entre eles, alguns envolvidos em assaltos na região.
A Polícia não sabe, ainda, se a intenção do bando era  matar alguns dos detentos ou se se os quatro feridos foram atingidos por balas perdidas em meio ao tiroteio no local.
Policiais militares de cidades vizinhas foram chamados para dar apoio no cerco aos criminosos. O carro Etios usado pelos atiradores foi abandonado alguns quilômetros depois da cidade e há informações de que parte do bando teria se embrenhado na mata.
Os quatro detentos baleados foram transferidos para Fortaleza em ambulâncias do Samu sob escolta da Polícia Militar.