Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

sábado, 13 de agosto de 2016

Quadrilha explode carro-forte em rodovia


Um carro-forte foi explodido, na tarde de ontem, na rodovia BR-222, nas proximidades do Km 82, em São Luís do Curu, distante aproximadamente 79Km da Capital. A ação ocorreu por volta das 16h. Até o fechamento desta edição, ninguém havia sido preso por participação no ataque ao veículo de transporte de valores.
De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo foi interceptado pelo bando, utilizando caminhonetes. Uma delas era do modelo Toyota Hilux, de cor prata. De acordo com testemunhas, os bandidos estavam com os rostos cobertos por balaclavas e portavam armas longas, provavelmente, de grosso calibre.
Alguns disparos foram efetuados e o veículo de transporte de valores parou. Os bandidos então usaram emulsões explosivas e conseguiram acessar o cofre do carro-forte. Segundo a Polícia, não houve relato de feridos.
Após abrirem o carro-forte, os suspeitos retiraram o cofre e o colocaram na Hilux. Há a suspeita de que outras duas caminhonetes, sendo uma de cor preta e outra também de cor prata, tenham sido utilizadas no ataque para dar cobertura à fuga dos criminosos após o roubo. Um carro foi abandonado, em chamas, a dois quilômetros do local.
Conforme a Polícia Militar, os bandidos fugiram pela mesma rodovia, em direção a Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Até o fechamento desta edição, as equipes policiais seguiam em busca dos suspeitos. Contudo, ninguém havia sido identificado ou preso por participação no crime.
Equipes da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), também foram deslocadas e deram início às investigações para apurar o caso. Conforme a Polícia, o cofre do carro-forte foi localizado na zona rural de Boa Viagem, entre as localidades de Luzia e Piedade.
Roubos
Este foi o quarto ataque a carro-forte registrado neste ano no Ceará. As outras ações ocorreram nos meses de abril e maio.
Em Ibaretama, distante aproximadamente 136Km de Fortaleza, na manhã de 29 de abril, uma quadrilha atacou um veículo que seguia da Capital para abastecer Quixadá. Além do dinheiro que era transportado, as armas dos vigilantes também foram levadas pelos bandidos. Durante a explosão, os seguranças foram feitos reféns, para que não acionassem a Polícia.
Já no dia 17 de maio, ocorreu o segundo ataque do ano, em Jaguaribe, a cerca de 306Km da Capital. Naquela ocasião, o carro-forte também foi explodido. O motorista do veículo ficou ferido com estilhaços do vidro dianteiro, que foi atingido por diversos disparos.
Em 30 de maio, uma quadrilha atacou um carro-forte em Acopiara, distante cerca de 345Km de Fortaleza. O veículo, saído de Iguatu, iria abastecer uma agência bancária de Acopiara quando foi interceptado. Da mesma forma, o blindado foi interceptado e o cofre explodido pelos bandidos. Ninguém ficou ferido na ação.
Com a explosão do carro-forte em São Luís do Curu, chegou a 48 o número de ataques a instituições financeiras registrados no Estado neste ano, conforme dados da DRF e do Sindicato dos Bancários do Ceará.
Fonte: Diário do Nordeste

Morre policial baleado em assalto ao lado do filho de 5 anos


Morreu, na tarde desta sexta-feira (12), o policial militar que foi baleado quando estava dentro do carro com o filho de cinco anos, na Parangaba. Samuel David Nogueira Moares foi atingido no braço e no abdômen e chegou a ser levado ao Hospital Distrital Maria José Barroso de Oliveira, o Frotinha da Paranbaga. O PM foi submetido a uma cirurgia, mas não resistiu.
Moares estava em seu carro, junto com o filho, próximo ao terminal de ônibus da Lagoa quando foi abordado por dois indivíduos. Os bandidos estavam num veículo de cor preta. Segundo a Polícia, a dupla anunciou o assalto. O policial teria reagido e acabou atingido por três disparos. Ele foi socorrido por outro PM e levado ao Frotinha da Parangaba. A criança saiu ilesa do episódio.
A arma do policial baleado teria sido levada pelos assaltantes, que fugiram.

Oito homens são presos por ataques a bancos no Interior


Em operação conjunta, as Polícias Civil e Militar do Estado do Ceará capturaram oito homens suspeitos de participação em ataques a agências bancárias no Interior do Estado. O grupo, conforme as apurações, teria atuação interestadualpor todo o Nordeste. Dentre as últimas ações do bando, estariam as explosões aos bancos de Pedra Branca e Senador Pompeu.
A operação foi desenvolvida em parceria entre a Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), o Batalhão de Policiamento de Choque (BPChoque) e o Comando Tático Rural (Cotar). Os homens foram localizados em Pedra Branca e Iguatu, de acordo com o titular da DRF, delegado Raphael Vilarinho. "Uma parte do bando estava em uma Toyota Hilux. Outros, escondidos no matagal e ainda outros em um sítio", afirmou o delegado.
O grupo estava fugindo da Polícia desde a madrugada da última quarta-feira (10), quando atacaram duas agências bancárias simultaneamente em Senador Pompeu. Naquela ocasião, houve intenso tiroteio entre os bandidos e a Polícia, e um suspeito morreu. Ele foi identificado como José Marcelo Rodrigues de Oliveira, de 24 anos, que já respondia por tentativa de homicídio, tráfico de drogas e lesão corporal. 
Os oito presos são Antônio Adriano Araújo Rufino, 30, que responde por receptação e roubo; José Aremilton Gonçalves Almeida, 34, que responde por contravenção penal; Reginaldo Lima do Nascimento, 19, com passagens pela Polícia por homicídio e porte de arma; Antônio Alexandre Gonçalves, 20, já preso por porte de arma; Fábio Jandson Gomes de Souza, 35, que responde por dois portes ilegais de arma de fogo e uso de drogas, além de Lourival Barreto Braga, 65, já preso por contravenção penal e o filho dele, Lourival Barreto Braga Júnior, de 26 anos, que não possuía antecedentes criminais. O paulista Douglas Aparecido Piovesan, de 23 anos, tambpem foi preso e não possuía passagens pela Polícia.
Com o grupo, foram recuperados cerca de R$ 200 mil em cédulas de diversos valores, seis armas, além de munições de calibres 44, 38, 12 e 9mm e emulsões explosivas. O restante do bando, estimado em aproximadamente 20 pessoas, escapou. Conforme a Polícia, alguns estão, inclusive, feridos. Seis dos foragidos foram identificados.
Fonte: Diário do Nordeste