Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788

segunda-feira, 4 de junho de 2018

Técnicos voltam a discutir amortecimento de preços dos combustíveis

Técnicos dos ministério de Minas e Energia (MME) e da Fazenda reúnem-se hoje (4) para discutir a criação de uma política de amortecimento de preços dos combustíveis que chegue ao bolso do consumidor. Esta é a segunda reunião do grupo de trabalho criado para esse fim. A discussão inclui derivados do petróleo, como a gasolina.

O acordo firmado com os caminhoneiros para o fim do movimento grevista define a redução de R$ 0,46 no preço do diesel. Agora, a intenção é incluir também na discussão os demais combustíveis, criando um mecanismo que proteja o consumidor da volatilidade dos preços finais.

Segundo o MME, o grupo vai convidar especialistas no assunto para ajudar a buscar uma solução que permita, por um lado, a continuidade da prática de preços livres ao produtor e importador e, por outro, o amortecimento dos preços ao consumidor. A primeira foi na última sexta-feira (1º), com técnicos da Agência Nacional do Petróleo (ANP).

Política de preços

Desde 2016, a Petrobras segue uma política de variação do preço dos combustíveis que acompanha a valorização do dólar e o encarecimento do petróleo no mercado internacional. Em nota, o MME diz que a política de liberdade de preços da Petrobras, assim como das demais empresas de petróleo que atuam no país, "é uma política de governo. A Petrobras teve e tem total autonomia para definir sua própria política de preços".

Com os reajustes, no início de maio, a Petrobras anunciou um crescimento do lucro líquido de 56,5% no primeiro trimestre deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado, atingindo R$ 6,96 bilhões. O crescimento expressivo surge depois de quatro anos seguidos de prejuízos e de um processo de reestruturação e de redução do endividamento da companhia, que teve início após as denúncias da Operação Lavo Jato.

Este foi, segundo a estatal, o melhor resultado trimestral desde o início de 2013, quando a empresa havia lucrado R$ 7,69 bilhões, e terminou o trimestre com resultados positivos em sua métrica de segurança.

Flutuações

As flutuações, no entanto, causam impacto para o consumidor. Nesse fim de semana, a Petrobras aumentou em 2,25% o preço da gasolina em suas refinarias. Com isso, o litro do combustível ficou 4 centavos mais caro, passando de R$ 1,9671 para R$ 2,0113, de acordo com a estatal.

Em um mês, o combustível acumula alta de preço de 11,29%, ou seja, de 20 centavos por litro, já que em 1º de maio, ele era negociado nas refinarias a R$ 1,8072. O preço do diesel, que recuou 30 centavos desde o dia 23 de maio, no ápice da greve dos caminhoneiros, será mantido em R$ 2,0316 por 60 dias.

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) diz, em nota técnica, que a política de presos resultou, entre o final de abril e maio, em 16 reajustes do preço da gasolina e do diesel nas refinarias. Para o consumidor final, os preços médios nas bombas de combustíveis subiram, considerando os impostos federais e estaduais, de R$ 3,40 para R$ 5, no caso do litro de gasolina (crescimento de 47%), e de R$ 2,89 para R$ 4, para o litro do óleo diesel (alta de 38,4%).

Travesti é morta a tiros dentro de bar

Uma travesti foi morta a tiros dentro de um bar, na madrugada deste domingo (3), no município de Colniza, que fica a 1.065 km de Cuiabá. A autoria e motivação do crime ainda são desconhecidas. A vítima, identificada como Marcelo Machado, 33 anos, usava o nome social de Britney.

Segundo o G1, testemunhas acionaram a corporação quando ouviram tiros no local. Quando agentes chegaram ao estabelecimento encontraram a vítima caída com várias marcas de disparos. Até o momento, ninguém foi preso. A polícia investiga o caso.

5º corpo é encontrado enterrado em Iguatu; Polícia investiga caso

Geovano Cordeiro Barbosa, de 36 anos, foi encontrado enterrado no bairro Paraná, em Iguatu, na tarde do último sábado, 2. A vítima estava desaparecida desde a última quarta-feira, 30. A informação é do O Povo.

Segundo a Polícia Civil, o homem havia saído de casa na quarta, com a roupa do corpo. O pai da vítima foi até a unidade policial da região para informar o desaparecimento e pedir apoio das forças de segurança para as buscas. O corpo dele foi encontrado enterrado nas proximidades de uma residência abandonada, no bairro João Paulo II, em Iguatu.

O local era conhecido para uso de drogas e bebidas alcóolicas. Ainda não há informações sobre a motivação do crime.

Corpos encontrados em Iguatu

Além do corpo do estudante, mais três ossadas humanas foram encontradas em Iguatu. As quatro mortes são atribuídas aum grupo que supostamente realiza rituais de magia negra.

Ainda durante as investigações, a Polícia encontrou um dos suspeitos morto em Deputado Irapuan Pinheiro. A Polícia investiga o caso como suicídio.