Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788

quinta-feira, 14 de junho de 2018

PF diz que há indícios 'suficientes' de que Temer autorizou compra de silêncio de Cunha

Foto: Agência Brasil/Arquivo

A Polícia Federal considera que foram encontrados "indícios suficientes de materialidade e autoria" para configurar uma tentativa do presidente Michel Temer de comprar o silêncio do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, e do operador Lúcio Funaro no relatório final da Operação Cui Bono, que investiga irregularidades na Caixa Econômica Federal. A PF acredita que o presidente incentivou Joesley Batista a manter pagamentos a Cunha e Funaro, que estavam presos, para que os dois não fizessem acordos de delação premiada. A acusação da PF é baseada na delação premiada do empresário Joesley Batista, da J&F e do áudio gravado pelo empresário com Temer no Palácio do Jaburu. Joesley disse, em depoimento, que teria repassado R$ 5 milhões para Cunha depois que ele foi preso em 2016 como "saldo de propina". O empresário “asseverou que deu ciência a Michel Temer” sobre os pagamentos, deixando claro que “se destinavam a garantir o silêncio” dos dois, “ao que sua Excelência (Temer) teria recomendado a manutenção de tais repasses”, afirma o relatório. Uma denúncia foi realizada pela Procuradoria-Geral da República contra o presidente por conta desse caso, mas foi barrada pela Câmara dos Deputados. O processo voltará a tramitar quando Temer terminar seu mandato.

DPVAT pagou indenização a 378 mil pessoas em 10 anos no Ceará



Na última década, o número de indenizações pagas pelo Seguro DPVAT ultrapassou os 4,5 milhões de pagamentos no País. Somente no Ceará, de acordo com levantamento da Seguradora Líder, foram pagas 378.389 indenizações no período de 2008 a 2017. Apenas de janeiro a maio deste ano, o Estado soma 10.938 pessoas indenizadas por acidentes de trânsito. 

Neste período de dez anos, chamam atenção os números da categoria invalidez permanente, que soma mais de 318 mil indenizados no Estado. Já por morte em decorrência do trânsito, 23.051 pessoas receberam o benefício.

Ainda em território cearense, de 2008 a 2018, as motos foram as responsáveis pela maior parte das indenizações pagas no Ceará: 334.335, o que corresponde a 86% dos indenizados pelo Seguro DPVAT. Somente este ano, 88% das 10.938 indenizações foram por acidentes com este modal.

A capital cearense também registrou salto no número de ressarcimentos. De acordo com o Boletim Estatístico Especial "Dez anos de Trânsito", divulgado no mês passado pela Líder, Fortaleza é a segunda capital brasileira e a primeira do Nordeste no número de indenizações, com 7.395 sinistros pagos.

Fortaleza teve, ainda, o segundo maior número de indenizações pagas por invalidez em 2017, com 6.370 sinistros pagos, saindo da oitava posição que ocupava em 2008, com 613 ressarcimentos.

Em todo o País, foram pagas mais de 198 mil indenizações por morte em decorrência de acidentes com ciclomotores, de 2008 a 2017, e 2,4 milhões por invalidez permanente. Com informações do Diário do Nordeste.