Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788

domingo, 3 de junho de 2018

Mulher sobrevive a 19 facadas e é achada em matagal com larvas nos ferimentos




Vítima que tem tem 33 anos e é usuária de drogas, foi golpeada principalmente no pescoço, nunca e rosto. Uma mulher de 33 anos foi vítima de uma tentativa de homicídio no município de Barra do Bugres (168 Km a médio-norte de Cuiabá) e sofreu 19 facadas nas costas, nuca, rosto e região do pescoço. Ela também sofreu tentativa de estupro. Quando foi encontrada no meio do mato estava bastante debilitada e com diversas larvas nos ferimentos. Ela foi socorrida e levada para o Hospital Municipal onde ainda está internada. A vítima foi encontrada há mais de 10 dias perto da Ponte Rio Paraguai, que dá acesso a Barra do Bugres. Uma das hipóteses investigadas pela Polícia Civil é que ela tenha sido atacada por usuários de drogas. Conforme apurou o Gazeta Digital, a mulher também é usuária de drogas. Além de ser esfaqueada diversas vezes, também sofreu tentativa de estupro. A Polícia acredita que o agressor pensou que a vítima estivesse morta e por isso a jogou num matagal. Populares a encontraram em meio a mata e acionaram a Polícia Militar. Debilitada, a mulher foi encaminhada ao hospital. Segundo um membro da equipe de enfermaria, ela estava com larvas nos ferimentos e precisou tomar sangue devido à fraqueza. “Agora ela está bem, sob efeito de calmantes por conta da abstinência do entorpecente”, afirmou o enfermeiro. Mesmo assim ela ainda não tem previsão de receber alta médica, pois sofre com derrame pleural, mais conhecido como água no pulmão. Segundo a equipe plantonista, o caso será investigado como tentativa de homicídio pela Polícia Civil de Barra do Bugres.


 Gazeta Digital

HOMICÍDIO: Discussão num bar durante bebedeira em Missão Velha resulta num homicídio

Rabecão recolheu o corpo no Hospital de Missão Velha após apanhar um cadáver 


O detento que cumpria pena no regime semi aberto João Nicolau do Nascimento Filho, de 44 anos, foi assassinado por volta das 23 horas desta sexta-feira com um tiro no coração. Ele morava no Sítio Juazeirinho na zona rural de Missão Velha, mas o crime aconteceu em um bar no Sítio Escondido naquele município. O mesmo estava numa bebedeira quando passou a discutir por motivos banais com uma pessoa a qual sacou a arma de fogo, efetuou o único disparo e fugiu.

A vítima ainda foi socorrida às pressas ao Hospital Geral de Missão Velha, mas já chegou sem vida e o corpo recolhido esta manhã pelo rabecão a fim de ser necropsiado na Perícia Forense de Juazeiro. No dia 28 de janeiro de 2011 a polícia cumpriu mandado na casa de João Nicolau encontrando uma espingarda calibre 28 com numeração raspada, outra calibre 20 municiada e mais uma artesanal, além de um revólver calibre 38 com quatro cartuchos intactos.

Este foi o primeiro homicídio do mês de junho em Missão Velha e o décimo de 2018 no município ou 76,9% em relação aos 13 assassinatos registrados no decorrer do ano passado. O último deste ano tinha acontecido no dia 15 de maio no Sítio Barreiras, onde o José Iuri Alves de Lima, de 17 anos, foi morto a tiros na frente da esposa, também menor de idade, e a filha. Ele ia chegando de moto em casa e os acusados mandaram a mulher descer com a criança quando efetuaram os disparos.


Por Demontier Tenório
Miséria.com.br