Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788

segunda-feira, 11 de junho de 2018

Dono de farmácia mata mulher e comparsa fica ferido

Fachada da 23ª DP, no P Sul, em Ceilândia (Foto: Google/Reprodução)
Fachada da 23ª DP, no P Sul, em Ceilândia

O dono de uma farmácia em Ceilândia, no Distrito Federal, matou uma mulher suspeita de assaltar o comércio com ajuda de um comparsa na noite do último sábado (9). Durante a ação, o homem que a acompanhava foi atingido pelos disparos, mas conseguiu fugir e está internado no Hospital Regional de Ceilândia (HRC).
A Polícia Civil, que segue investigando o caso, informou que os disparos foram feitos pelo proprietário do estabelecimento minutos depois que a dupla deixou o local.
Segundo a corporação, a mulher que participou do roubo não resistiu aos ferimentos e morreu próximo à farmácia. Testemunhas contaram aos policiais que, após o proprietário atirar na vítima, ela correu e caiu em via pública.
Mesmo baleado, o outro assaltante fugiu. Na madrugada deste domingo (10), os agentes localizaram o suspeito no HRC. Na casa dele, a polícia se deparou com os objetos e celulares roubados, além de peças de roupas com vestígios de sangue.

Sumiço do comerciante - Depois de atirar nos suspeitos, o proprietário da farmácia fugiu e, até a publicação desta reportagem, não tinha sido encontrado pelas autoridades. A mulher do comerciante prestou depoimento à Polícia Civil ainda na noite de sábado e não soube dizer o paradeiro do marido, bem como informar se ele guardava uma arma na farmácia.
Agora, os policiais da 23ª Delegacia de Polícia, em Ceilândia Sul, tentam encontrar o dono da farmácia e investigam as circunstâncias do assalto
pinheirinho.net