Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788

quarta-feira, 6 de junho de 2018

Em primeira aparição pública após prisão, Lula diz estar cansado de mentiras

Na primeira aparição pública quase dois meses após ser preso, o ex-presidente Lula afirmou ter compromisso com a verdade e disse estar "cansado de mentiras". Ele está prestando depoimento por videoconferência como testemunha de defesa do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, no caso da suposta compra de votos para escolher o Rio de Janeiro como sede das Olímpiadas 2016. As informações são do portal Uol.

O petista foi ouvido pelo juiz da Lava Jato no Rio, Marcelo Bretas, além dos advogados dos investigados. Lula foi orientado a responder perguntas na condição de testemunha feitas pelos advogados e pelo prórprio Bretas.

O juiz alertou o ex-presidente que o momento não era de discursos políticos e teve de interromper Lula algumas vezes. Após a interrupção, o petista rebateu: "Mas isso aqui não é um depoimento de sim ou não".

Sobre a suposta compra de votos, Lula afirmou não saber nada sobre a suposta negociação que acabou escolhendo o Rio. Ele defendeu a campanha e disse lamentar este julgamento.

Ao fim da videoconferência, Marcelo Bretas elogiou o comportamento do ex-presidente durante a audiência. Bretas citou uma experiência pessoal comentando que uma vez foi a um comício do agora alvo da Lava Jato usando camisa e boné dele. Lula então disse: "quando eu fizer um comício agora vou chamar o senhor".

Idoso de 71 anos reage a assalto e mata suspeito na zona rural de Senador Pompeu

Uma tentativa de assalto registrada no início da noite desta última terça-feira (5),culminou com a morte de um suspeito. O comparsa consegui fugir. A vítima do roubo, um aposentado de 71 anos, foi baleado. A Polícia Civil ainda informou que o idoso reagiu ao assalto quando dois indivíduos invadiram sua residência, onde funcionava um pequeno comércio, localizada no Sítio São Francisco, nas proximidades do Açude Patu, na periferia de Senador Pompeu, no Sertão Central. 
  
De acordo com os inspetores acionados para atenderem a ocorrência, o suspeito morto foi identificado como Antonio Kaian da Silva Moreno, 18 anos. O outro suspeito foi identificado, mas o nome dele não foi revelado. Os policiais civis informaram apenas que ele estava internado em um instituto correcional de menores, em Fortaleza, de onde saiu recentemente. Ele continua sendo procurado. Um revólver foi apreendido no local do crime.

A intenção da dupla era roubar um telefone celular, havia informado um familiar do aposentado. Ele foi socorrido ao Hospital Regional do Sertão Central (HRSC) e em seguida transferido para o Instituto Dr. José Frota (IJF), em Fortaleza.Com 
informações do Diário do Nordeste.