Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788

sexta-feira, 1 de junho de 2018

Duas travestis são assassinadas a tiros em Maracanaú

Duas travestis foram mortas a tiros, na noite da última quinta-feira (31), nos bairros Pajuçara e Luzardo Viana, localizados no Município de Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Os executores ainda não foram identificados. A informação é do Diário do Nordeste.

Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a primeira vítima foi identificada, extraoficialmente, como Nayra Matos. Ela foi encontrada sem vida, em uma via pública, após ter sido atingida com disparos de arma de fogo.

A segunda travesti, conhecida como Patrícia, de 48 anos, foi identificada pela Pasta como Jocelio Lourenço Pereira. A vítima foi alvejada por dois homens, dentro da casa onde residia, com vários tiros na cabeça. Conforme o órgão, a travesti tinha passagens por roubo e injúria.

A SSPDS informou que a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso, no intuito de identificar e capturar os envolvidos nos dois crimes. A Especializada instaurou um inquérito para apurar se existe alguma ligação entre as ações delituosas, bem como para apurar as motivações dos crimes.

Travestis assassinadas em 2017

Entre janeiro e dezembro do ano passado, pelo menos 19 travestis foram executadas em Fortaleza, na Região Metropolitana e em cidades do Interior do Ceará, de acordo com o Centro de Referência LGBT Janaína Dutra, da Prefeitura de Fortaleza.

OMS alerta para impacto do cigarro na saúde cardiovascular

Nesta última quinta-feira, 31, Dia Mundial sem Tabaco, a Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta para a ligação entre o cigarro e as doenças cardiovasculares, principal causa de morte em todo o mundo. Segundo a entidade, o uso do tabaco é um importante fator de risco para o desenvolvimento de doença arterial coronariana, derrame e doença vascular periférica.

“Apesar dos danos conhecidos do tabaco à saúde do coração e da disponibilidade de soluções para reduzir [o número de] mortes e doenças relacionadas ao tabagismo, o conhecimento entre grandes setores do público de que o tabaco é uma das principais causas de doenças cardiovasculares é baixo”, informou a OMS.

Dados da organização mostram que as doenças cardiovasculares matam mais pessoas do que qualquer outra enfermidade no mundo, sendo que fumantes passivos respondem por aproximadamente 12% do total de mortes por doenças do coração. O uso do tabaco figura como a segunda principal causa de doenças cardiovasculares, atrás apenas da pressão arterial alta.

“A epidemia global de tabaco mata mais de 7 milhões de pessoas todos os anos, das quais quase 900 mil são não fumantes que morrem por inalar fumaça emitida por fumantes”, destacou a OMS, ao citar que cerca de 80% dos mais de 1 bilhão de fumantes em todo mundo vivem em países de baixa e média rendas.

Brasil

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), 428 pessoas morrem por dia no Brasil por causa do tabagismo. Conforme dados do Inca, 12,6% de todas as mortes registradas no país são atribuíveis ao tabaco. Ao todo, 156.216 mortes poderiam ser evitadas todos os anos caso o uso do tabaco fosse eliminado.

Os números mostram ainda que, no ano passado, 73.500 pessoas foram diagnosticadas com câncer provocado pelo tabagismo. Segundo o Inca, R$ 56,9 bilhões são perdidos a cada ano em função de despesas médicas e perda de produtividade. Com informações da Agência Brasil.