Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

terça-feira, 14 de março de 2017

Conta de luz dos cearenses ficará mais cara a partir de abril


post-feature-image

A conta de luz dos cearenses ficará mais cara, a partir do dia 22 de abril deste ano. A previsão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) é aprovar o aumento médio para os consumidores residenciais (baixa tensão) e para as indústrias (alta tensão) no dia 18 do mesmo mês, após analisar os diferentes fatores que influenciam a correção.

Cálculo - Em 2016, o aumento médio das tarifas de energia elétrica no Estado do Ceará fechou em 12,97%, sendo 13,64 para os clientes residenciais e 11,51% para as indústrias.
O cálculo do reajuste é realizado de acordo com fórmula prevista no contrato de concessão assinado entre as distribuidoras e o governo federal. O objetivo é manter o equilíbrio financeiro das concessionárias.

Lucro - No ano passado, a Enel Distribuição Ceará registrou um lucro líquido de R$ 393 milhões, resultado 8,3% superior ao registrado em 2015.

POLÍCIA DIZ QUE EXAME NÃO CONSTATOU LESÕES EM MULHER DE VICTOR



              Victor, da dupla Victor e Léo 
A delegada Danúbia Quadros, da Polícia Civil de Minas Gerais, afirmou nesta segunda-feira que o exame de corpo de delito em Poliana Bagatini, mulher do cantor Victor, da dupla “Victor & Léo”, deu negativo. Segundo ela, não foram constatadas lesões aparentes no corpo de Poliana. O inquérito ainda está em andamento, sem conclusão. A polícia aguarda ainda o laudo das câmeras do prédio, já que não há testemunhas.
Victor foi acusado de agredir a sua mulher, Poliana Bagatini, no final de fevereiro. Na ocasião, Poliana, que está grávida, relatou que foi jogada no chão pelo companheiro, que desferiu diversos chutes nela. Ao tentar sair do apartamento, a moça foi impedida por um segurança e pela irmã do cantor. Ela teria conseguido sair do apartamento somente quando uma vizinha, que ouviu os gritos, acionou o elevador.
A empresária ainda teria recebido diversas ameaças da família do cantor após deixar o prédio. A partir das declarações, a Polícia Civil instaurou um inquérito para apurar o caso. Um dia depois de registrar a suposta agressão, Poliana Bagatini publicou no seu perfil na rede social Instagram um post e uma carta na qual diz que pretende retomar a vida com seu marido.
Na publicação, ela afirma que se sentiu no “dever de esclarecer os fatos”. “De uma hora para outra, vi meu nome e de minha família expostos na mídia. Me senti no dever de esclarecer os fatos que foram veiculados. Espero que uma vez esclarecido possa voltar a me dedicar ao meu marido, à minha filha e à minha gravidez”, escreveu.
Na carta, dela confirma ter ocorrido “um grande desentendimento familiar”, mas que “Victor não me machucou e nunca me machucaria”. “Para comprovar a inexistência de qualquer lesão, resolvi fazer perícia no IML (Instituto Médico Legal)”, afirmou.
 FONTE: MSN