Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

sábado, 25 de março de 2017

Promotor e procurador-geral adjunto do RN são baleados na sede do Ministério Público


O procurador-geral adjunto do Rio Grande do Norte, Jovino Pereira Sobrinho, e o promotor de Justiça, Wendell Beetoven Ribeiro Agra, foram baleados dentro do Ministério Público do Estado na manhã desta sexta-feira (24), em Natal. Ambos estão hospitalizados; o primeiro foi atingido no abdome, enquanto o segundo foi atingido nas costas. Ambos passam por cirurgias.
De acordo com o G1, a Polícia Militar já identificou o responsável:  Guilherme Wanderley Lopes da Silva, de 44 anos, servidor do MP/RN. O crime aconteceu enquanto as duas vítimas estavam em reunião no prédio localizado no bairro Candelária.
A Agência Estado informou que, segundo relatos de funcionários que presenciaram o atentado Silva entrou na sala da chefia do órgão procurando pelo procurador-geral de Justiça do Estado,Rinaldo Reis Lima. Como não foi recebido, dirigiu-se à sala vizinha e entrou atirando contra Sobrinho e Agra, que auxiliam o procurador-geral. Durante a fuga, o suspeito ainda disparou pelo menos cinco tiros no estacionamento do local, mas ninguém ficou ferido.
Informações sobre a motivação do atentado e de como o servidor entrou com a arma na instituição ainda estão sendo checadas pela Polícia Civil.  Até o momento, Guilherme Wanderley não foi localizado.
Investigação
Delegado do 5º Distrito Policial, René Lopes disse que vai iniciar as investigações ouvindo testemunhas. “O local foi preservado e a equipe do Itep (Instituto Técnico-Científico de Polícia) vai trabalhar no local”, relatou. Ainda de acordo com o delegado, o servidor usou um revólver, mas ainda não há informações se ele teria porte ou posse de arma de fogo.
Fonte: Diário do Nordeste

Mulher mata namorado de 26 anos com facada no coração por causa de pizza


Uma mulher de 33 anos confessou em uma delegacia de Recife (PE) que matou o namorado, de 26 anos, com golpe de faca porque ele não quis ir em uma pizzaria com ela.
De acordo com informações da polícia pernambucana, o casal havia combinado de ir em uma pizzaria a noite, mas ele desistiu da ideia em cima da hora, o que desagradou a mulher e originou uma discussão entre os dois.
Golpe certeiro
Quando ele ameaçou ir embora, a mulher pegou uma faca e desferiu um golpe certeiro que atingiu o coração do rapaz.

Liberada
Apesar de ter confessado o crime, a mulher foi liberada porque procurou a polícia três dias depois do crime, quando o flagrante já havia expirado.

Fonte: TN Notícias