Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

terça-feira, 28 de março de 2017

Pastor é morto a tiros dentro de igreja evangélica


(Foto: Reprodução/TV Globo e Reprodução/Facebook)
 Imagem de cinegrafista amador obtida pela TV Globo mostra fachada da igreja e o corpo do homem no local. Crime ocorreu em Itaboraí, na Região Metropolitana, na noite deste domingo. Um suspeito foi levado para a delegacia para prestar depoimento. Um pastor foi morto a tiros dentro da igreja evangélica Assembleia de Deus Ministério Apascentando Ovelhas, durante um culto na noite deste domingo (26) no bairro Santo Antônio, em Manilha, Itaboraí, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. O crime ocorreu por volta das 20h30 e, quando a polícia chegou ao local, a vítima, identificada como Custódio Gonçalves, de 57 anos, já estava sem vida. Ainda não se sabe o que teria motivado o assassinato. A Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí assumiu a investigação do caso. Ainda durante a madrugada desta segunda-feira (27), um suspeito foi levado à delegacia para prestar depoimento. Amigos da vítima disseram que Custódio também trabalhava na Guarda Municipal de Itaboraí. Nas redes sociais, muitas pessoas comentaram o crime e postaram mensagens de homenagem ao pastor e de apoio à família. "Que o senhor receba o nosso irmão em seu reino e lhe dê paz e o merecido descanso", diz uma das postagens. Por G1 Rio

Pesquisa aponta que pele de peixe do Ceará acelera a cicatrização de queimaduras graves


Pele de tilápia ameniza dor de pacientes com queimadura (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)


Você sabia que uma camada de pele de tilápia é capaz de amenizar a dor e acelerar a cicatrização de queimaduras graves? Uma pesquisa inédita sobre o assunto acontece em Fortaleza, como mostra na reportagem do Jornal Jangadeiro.

O curativo feito com pele de animais aquáticos é inédito no mundo. Ele está em desenvolvimento com a pele do peixe que vem do Açude Castanhão. O material passa por um processo de limpeza, recorte e esterilização minuciosa para ser aplicado sobre as lesões dos pacientes com queimaduras, das mais leves às mais graves. 
A vantagem é que por ter um bom grau de umidade, alta qualidade de colágeno e boa resistência, o curativo de tilápia adere melhor ao corpo do paciente, evitando perda de líquidos e contaminação externa. O coordenador da pesquisa Edmar Maciel explica que o poder de cicatrização é maior do que o dos métodos convencionais e reduz a sensação de desconforto, dor, e até os custos do tratamento. 
A segunda fase clínica do estudo foi finalizada com sucesso nos testes em 60 pacientes do Núcleo de Queimados do Instituto Dr José Frota.
Veja mais detalhes no vídeo do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:
 
  


Fonte Tribuna do Ceará