Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

terça-feira, 9 de maio de 2017

Farias Brito, no sul do Ceará, é município brasileiro com maior incidência de dengue


Mosquito também transmite dengue, chikungunya, febre do Mayaro e febre amarela (Foto: Divulgação)
Mosquito também transmite dengue, chikungunya, febre do Mayaro e febre amarela (Foto: Divulgação)

O município de Farias Brito, no sul do Ceará, é a localidade de maior incidência de dengue em todo o Brasil. Os dados constam no boletim epidemiológico do Ministério da Saúde e se referem ao ano de 2017, até o dia 15 de abril. Farias Brito registra uma média de 1.527,5 casos para cada 100 mil habitantes.

Fortaleza também aparece no ranking do Ministério da Saúde, como a cidade com mais de um milhão de habitantes com maior incidência de dengue. São 119,4 casos prováveis da doença a cada 100 mil habitantes. Além disso, a capital cearense também consta com o maior índice médio de febre chikungunya, com 210,8 casos por 100 mil habitantes.

Em geral, o Brasil tem diminuído os números de arboviroses, como dengue, febre chikungunya e infecção por vírus da zika nos primeiros meses de 2017, em relação ao mesmo período do ano passado. A dengue passou por uma redução de 90,4% nos casos prováveis, enquanto chikungunya caiu 68,1% e a zika, 95,4%.

Contudo, Ceará e Roraima são os dois únicos estados brasileiros em que as notificações de dengue sofreram um aumento no comparativo ao ano anterior. Até 15 de abril de 2016, o Ceará registrou 13.548 ocorrências prováveis da doença, enquanto em 2017 o índice já chega a 15.826.

Em relação a febre chikungunya, o Ceará também passou por crescimento nos números, indo de 4.294 possíveis casos para 17.012 em 2017.

Análise

Conforme a análise do infectologista Anastácio Queiroz, os dados estão dentro do esperado pois, mesmo com a diminuição da ocorrência das enfermidades em todo o país, é comum que haja estados que sigam o sentido contrário.

"Ainda existem locais em que o vírus da chikungunya, por exemplo, não entrou de maneira importante, comprometendo a saúde pública. Aqueles que ainda não sofreram pela doença vão sofrer num futuro próximo, é uma questão de tempo. Desde 1986, o Ceará tem sido uma área endêmica e epidêmica para a dengue. Então os dados não devem servir só como uma crítica ao poder público, mas como um alerta a outros estados onde a situação ainda não é tão grave", assevera. 



Fonte G1 Ceará

Helicóptero da Ciopaer resgata grupo em trilha no Crato


Tripulante prepara uma das vítimas para ser resgatada (Foto: divulgação SSPDS)

Quatro pessoas que se perderam em uma trilha na subida da Chapada do Araripe, no Crato, a 508 quilômetros de Fortaleza, foram resgatadas no início da tarde de domingo (7), por uma aeronave da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer).

De acordo com informações passadas pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS-CE), o grupo iniciou a caminhada por volta das 8 horas deste domingo, e acabou se perdendo. Em um dos pontos da mata, quando já se passavam algumas horas, uma das vítimas conseguiu sinal telefônico e contatou um familiar, que acionou o resgate.

O helicóptero da base da Ciopaer do Cariri, que fica em Juazeiro do Norte, decolou e seguiu até a região onde iniciou as buscas. As quatro vítimas, sendo duas mulheres de 45 e 59 anos; e dois jovens de 17 e 18 anos, foram resgatados por volta das 13 horas.

Como o local onde as vítimas estavam era de difícil acesso e impossibilitava o pouso da aeronave, a equipe de resgate utilizou uma técnica conhecida como McGuire, que é quando um tripulante usa de equipamentos para transportar os resgatados até um ponto seguro. Imagens gravadas pela equipe da Ciopaer mostram momentos da operação na Chapada do Araripe.

O grupo foi resgatado com sucesso e sem ferimentos.



Fonte Cnews