Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

domingo, 21 de maio de 2017

Morre, aos 62 anos, o músico e produtor Kid Vinil


O músico, jornalista e produtor Kid Vinil morreu nesta sexta-feira (19), aos 62 anos, em São Paulo. O artista estava internado há cerca de um mês na UTI após passar mal em um show em Minas Gerais. As informações são do UOL.

Antônio Carlos Senefonte, nome de batismo de Kid Vinil, começou carreira na banda Magazine, uma das precursoras do pós-punk no país. Na década de 1980, a banda teve alguns hits, como "Sou Boy" e "Tic-Tic Nervoso".
Em 2015, o jornalista Ricardo Gozzi e o músico Duca Belintan escreveram a biografia "Um herói do Brasil" sobre a trajetória do músico.
Fonte: Notícias ao Minuto

Lula diz que Temer tem que 'sair logo' e defende eleições diretas

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse neste sábado que Michel Temer tem que deixar o cargo "logo", e considerou que seu substituto deve ser definido por eleições diretas.

"Nós queremos que o Temer saia logo, mas não queremos um presidente eleito indiretamente", disse Lula durante a posse dos novos integrantes do diretório municipal do PT em São Bernardo do Campo, São Paulo.

"O que queremos é uma eleição direta!", proclamou Lula, que, segundo as pesquisas de opinião, era o favorito, semanas atrás, para vencer as eleições presidenciais de outubro de 2018, apesar das investigações por corrupção.

Este foi o primeiro pronunciamento do ex-presidente desde o escândalo das delações da JBS. Lula disse que "o golpe" que pôs fim, em 2016, ao mandato de sua sucessora, Dilma Rousseff, revelou-se "uma mentira" e levou o país à crise atual. Depois de convidar os presentes a comparecer neste domingo à Avenida Paulista para pedir eleições diretas, Lula, 71, indicou, pela primeira vez, que talvez não possa se candidatar novamente, porque isto "vai depender de muita coisa". O ex-sindicalista, 71, disse que o fará apenas se "a Justiça e sua saúde" permitirem. 


Fonte O Povo