Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Prisão de Chapolin confirma o Ceará infestado de coisa ruim



Além da dengue, zica e chikungunya, o Ceará está infestado de bandidos perigosos. A prisão ontem do braço direito de Fernandinho Beira Mar, pela Polícia Federal, só vem confirmar o que se temia há sete anos atrás.

Em novembro de 2010, uma megaoperação da PM carioca, reuniu 350 policiais, provocando a fuga em massa de criminosos da comunidade. Depois de assistirmos as imagens de muitos deles fugindo para evitar a prisão, comentamos da possibilidade desses criminosos buscarem outras regiões do País, onde pudessem se estabelecer para dar continuidade a sua vida de crimes, já que no Rio por serem facilmente identificados, ficara dificil a sua permanência. E uma pessoa aventou a possibilidade de alguns deles procurarem o Nordeste, por ser uma região em franco desenvolvimento e onde a repressão ao crime ainda não se fazia tão evidente quanto nos dias de hoje.

Pode parecer coincidência, mas daquela época até hoje, cresceu o número de crimes, envolvendo traficantes e viciados. O número de ataques a agências bancárias no interior, que tinha alguns registros em 2007, passaram a ser mais acentuados. E o trânsito deles entre nós ficaria mais notório em março do ano passado, quando a Polícia prendia o traficante de drogas e armas Alejandro Juvenal Herbas Camacho Júnior, integrante do Primeiro Comando da Capital (PCC), irmão do Marcola — líder da facção criminosa fundada nos presídios de São Paulo.

Ontem foi a vez desse integrante do Comando Vermelho. Chapolin, como era chamado,
foi encontrado em seu apartamento no bairro Vicente Pinzon. Era proprietário de dois comércios no centro de Fortaleza e de outro apartamento, numa das regiões nobres da capital cearense.

O histórico de crimes desse bandido destaca-se, principalmente, pela execução de um homem, a mando de Beira Mar, no qual Chapolim chegou a gravar todo o esquartejamento, que depois chegou a postar nas redes sociais.

A presença desse criminoso, vivendo entre nós como se fosse uma pessoa do bem, só revela a necessidade de se firmar uma melhor estrutura da polícia de inteligência, no que se refere a questão de se investigar preventivamente. Os criminosos se especializaram e é preciso que a outra parte, a do combate, deixe de conviver com o dilema de que só passa a agir depois de roubada.

Tribuna do Ceará
Foto ilustrativa

Pedido de impeachment de Camilo Santana é rejeitado na Assembleia Legislativa



O pedido de impeachment do governador Camilo Santana (PT) foi rejeitado nesta quinta-feira (25) pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Zezinho Albuquerque (PDT). O pedido havia sido protocolado pelo deputado Capitão Wagner (PR).

As acusações contra Camilo são de possível crime de responsabilidade, por não ter afastado os secretários de Estado Arialdo Pinho e Antonio Balhmann, citados na delação premiada do grupo JBS, como articuladores do recebimento de R$ 20 milhões, em 2014, para a campanha ao governo do estado.

Na avaliação de Zezinho Albuquerque, a denúncia não deveria ser recebida em “face de carência de justa causa” para iniciar um processo de impeachment.

Na tarde desta quinta-feira, Capitão Wagner recorreu contra a rejeição. Assinaram o recurso contra a decisão, além de Capitão Wagner, os deputados Leonardo Araújo (PMDB), Odilon Aguiar (PMB), Fernanda Pessoa (PR) e Daniel Oliveira (PMDB).

Nesta quarta-feira (24), durante a inauguração das reformas no Hospital César Cals, Camilo Santana comentou sobre o pedido de impeachment. “Para mim, é oportunismo puro. As delações foram feitas por criminosos, é a palavra deles, mas existe a Justiça para julgar, para punir quem cometeu qualquer irregularidade. Não aceito nenhuma irregularidade no meu governo”, disse.

Fonte: Tribuna do Ceará
Foto José Cruz/Agência Brasil