Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

domingo, 28 de maio de 2017

Homem confessa ter estuprado suas duas filhas "porque sou macho"; veja o vídeo



post-feature-image

Por Ana Claudia Ramos: Preso, homem confessa que 'namorou' e abusou sexualmente das filhas. O suspeito confessa o crime na viatura da polícia, a caminho da delegacia.

Mais um caso de estupro a menores cometido pelo próprio pai está repercutindo na cidade de Goianésia, no Vale de São Patrício, em Goiás.

Na Estrada do Lago, um indivíduo foi preso acusado de abusar sexualmente das filhas de 15 e 16 anos de idade.

Gilvan dos Santos é questionado pelos policiais já algemado na viatura em movimento. Os agentes registraram em vídeo as confissões.

“Nós estamos aqui com o Gilvan dos Santos, acusado de estuprar duas filhas dele, uma de 16 anos e outra de 15. Desde os 11 anos que ele vem estuprando elas. Isso é verdade irmão”, pergunta o policial.


Veja o conteúdo completo no portal News365 neste link: https://goo.gl/R0i4X4
Reproduzido por MassapeCeara.Com|Créditos: News365

LAMENTÁVEL: Menina mordida por leão-marinho está infectada por bactéria mortal; vídeo



Criança está em tratamento da infecção conhecida como “dedo de foca”.
A história do vídeo viral da semana passada, em que uma criança era mordida por um leão-marinho e arrastada pela água, não terminou. A protagonista, que foi resgatada por um homem que se encontrava no cais da cidade canadense de Richmond, está internada e atualmente recebe um tratamento específico para combater uma bateria que é “potencialmente mortal”.

No vídeo, após ser resgatada, é possível ver menina caminhando sem problemas. Mas pouco depois, o ferimento causado pelo animal infeccionou.

Ao consultar um biólogo, a família foi informada que leões marinhos e focas possuem grande quantidade de bactérias nocivas e encaminhou a menina para um centro médico, onde ela passa por tratamento.

O pai da menina disse à TV NBC que a infecção é conhecida como “dedo de foca”, que é causada pela presença uma bactéria cujo nome científico é Mycoplasma phocacerebrale, que se não for combatida com os antibióticos adequados pode gangrenar a região e provocar amputação, ou até mesmo a morte do paciente.

Veja abaixo o momento do ataque:

Fonte: Notícias Band Uol