Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

terça-feira, 23 de maio de 2017

Rocha Loures viajou com Temer dois dias depois de receber R$ 500 mil da JBS

Dois dias após ter recebido uma mala com R$ 500 mil da JBS, o deputado federal Rocha Loures (PMDB-PR) viajou com o presidente Michel Temer (PMDB). Segundo o dono da JBS, Loures passou a ser o representante de Temer na interlocução com a empresa depois que o então ministro baiano Geddel Vieira Lima (PMDB) caiu.

A viagem com o presidente da República teria ocorrido durante uma agenda oficial em São Paulo.
De acordo com reportagem do portal Uol, interceptações telefônicas feitas com autorização judicial e divulgadas após a deflagração da Operação Patmos mostram que Loures pediu diretamente ao cerimonial da Presidência para fazer parte da comitiva de Temer. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do Palácio do Planalto.
Rocha Loures e Temer são alvos de um inquérito que tramita no STF (Supremo Tribunal Federal) que apura a suposta prática de obstrução de Justiça e corrupção passiva. Na semana passada, uma decisão do Supremo afastou Loures de seu mandato como parlamentar.
Loures é suspeito de ter recebido propina da JBS para viabilizar nomeações e operações de interesse da companhia. Temer, por sua vez, é suspeito de ter indicado Loures ao empresário Joesley Batista para que ele intercedesse em favor de Joesley em assuntos de interesse do grupo.///BNews