Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

terça-feira, 9 de maio de 2017

Cobertura da vacinação contra a gripe no Ceará está em 18,86%, abaixo da média nacional


Faltando 18 dias para o fim da campanha de vacinação contra a gripe, apenas 353.313 cearenses procuraram os postos de saúde em todo o Ceará. O número representa 18,86% do total de pessoas consideradas mais vulneráveis para complicações da gripe, do total de de 1.873.430. A cobertura vacinal no Ceará está abaixo da média nacional, que atualmente está em 27,5%.

A meta, neste ano, é vacinar 90% desse público até o dia 26 de maio, quando termina a campanha. No Brasil, 27,5% do público-alvo já foi vacinado. O Dia D de mobilização nacional para vacinação ocorrerá no sábado (13).

Os grupos que menos se vacinaram são indígenas (13,9%), crianças (15,9%), professores (16,6%) e gestantes (22,9%). Entre as regiões do país, o Sul apresentou o melhor desempenho em relação à cobertura vacinal contra a influenza, com 48,5%, seguida pelas regiões Sudeste (28,3%); Centro-Oeste (23,2%); Nordeste (19,5%) e Norte (16%).

Desde o dia 17 de abril, a vacina contra a gripe está disponível nos postos de vacinação para crianças de seis meses a menores de cinco anos; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores de saúde; povos indígenas; gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto); população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais, além dos professores que são a novidade deste ano.

Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis, que inclui pessoas com deficiências específicas devem apresentar prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) deverão se dirigir aos postos em que estão registrados para receber a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.

De acordo com o Ministério da Saúde, a escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Essa definição também é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente os vírus da gripe. São priorizados os grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias.

Transmissão

A transmissão dos vírus influenza acontece por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Também ocorre por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz).

À população em geral, o Ministério da Saúde orienta a adoção de cuidados simples como medida de prevenção para evitar a doença, como: lavar as mãos várias vezes ao dia; cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar; evitar tocar o rosto; não compartilhar objetos de uso pessoal; além de evitar locais com aglomeração de pessoas.


É importante lembrar que, mesmo pessoas vacinadas, ao apresentarem os sintomas da gripe - especialmente se são integrantes de grupos mais vulneráveis às complicações - devem procurar, imediatamente, o médico. Os sintomas da gripe são: febre, tosse ou dor na garganta, além de outros, como dor de cabeça, dor muscular e nas articulações. Já o agravamento pode ser identificado por falta de ar, febre por mais de três dias, piora de sintomas gastrointestinais, dor muscular intensa e prostração.

Fonte: G1

Marcelo Rezende é socorrido por Geraldo Luís e internado


O apresentador não estava se sentindo bem e foi levado para a unidade hospitalar para fazer uma série de exames. Foto: Record/Divulgação
O apresentador não estava se sentindo bem e foi levado para a unidade hospitalar para fazer uma série de exames. Foto: Record/Divulgação

Marcelo Rezende está internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. A informação foi confirmada ao Viver pela assessoria de imprensa da Record. O apresentador do Cidade alerta sentiu dores no abdômen e foi socorrido, na manhã de segunda-feira (8), pelo amigo Geraldo Luís, apresentador do Domingo show, na mesma emissora. As informações são do colunista Flávio Ricco.

De acordo com a publicação, o apresentador de 65 anos não estava se sentindo bem e foi levado para a unidade hospitalar para fazer uma série de exames. Nesta segunda-feira, Rezende publicou no Instagram uma foto ao lado do colega de emissora, mas não deu detalhes do ocorrido. "Deus em cada momento. E um amigo sempre ao lado, o nosso Shrek rebolation", escreveu na legenda.

A assessoria de imprensa da Record informou ainda que o Cidade alerta será apresentado por Luiz Bacci durante toda a semana. A substituição, entretanto, já estava programada, pois Rezende teria pedido os dias de folga.

Marcelo Rezende se destacou na TV como apresentador do programa policial Linha direta (2000), na Globo. Ele passou a comandar o programa Cidade alerta em junho de 2012. Nas redes sociais, o jornalista ganhou fama através dos bordões "corta pra mim" e "comandante Hamilton". As frases repercutiram e viraram memes. 



Fonte Diário Pernambuco