Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

segunda-feira, 6 de março de 2017

Por terra, ar e mar, a Operação Marco Zero ocupa o Morro de São Tiago em resposta aos criminosos e dar tranquilidade à população da Barra do Ceará

Operação 1
Numa lancha da Marinha, o comandante da PM, coronel Ronaldo Viana; e o secretário da Segurança Pública, André Costa, chegaram no local para dar início à operação na foz do Rio Ceará
Gate Barra - Morro
No Morro de São Tiago, na Barra do Ceará, o Gate invadiu o local e hasteou sua bandeira
Já dura 48 horas a ocupação da Polícia Militar no Morro de São Tiago, na Barra do ceará, zona Leste de Fortaleza, um dos redutos do tráfico de drogas e de facções criminosas. A operação batizada de “Marco Zero” teve início nas primeiras horas da madrugada do último sábado (4) e não tem dia para acabar. A mobilização das chamadas “Forças Especiais” das PM é feita por terra, ar e pelo mar.
Os bairros Vila Velha, Barra do Ceará e Pirambu, em Fortaleza; e Parque Leblon, em Caucaia, estão sendo ocupados pela PM após o lançamento oficial da operação na manhã de sábado pelo secretário da Segurança Pública e Defesa Social, delegado federal André Costa e pelo comandante-geral da PM, coronel Ronaldo Viana.
Ainda durante a madrugada do sábado, equipes do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), invadiram o Morro de São Tiago e não encontraram resistência por parte dos traficantes. A ação foi comandada pelos chefe e subchefe do Comando do Policiamento Especializado (CPE), coronel PM Aginaldo Oliveira; e coronel Keydna Carneiro; e pelo comandante do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), tenente-coronel Henrique Bezerra.
Bandeira do Gate
Repetindo o que ocorreu durante a ocupação dos morros cariocas pela PM, no Morro de São Tiago coube aos policiais do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), realizaram a tomada do território. No alto do morro os “caveiras” da PM  hastearam a bandeira do Gate. Ali, montaram acampamento e dominaram a área antes ocupadas por bandidos que se diziam integrantes das facções Comando Vermellho  (CV) e Família do Nordeste (FDN). A operação contou com o apoio de um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) e não foi disparado um só tiro,
Quando o dia amanheceu, outras forças da PM tomaram as ruas dos bairros Vila Velha, Pirambu e Barra do Ceará e o Parque Leblon. No Marco Zero de Fortaleza, no entroncamento das avenidas Radialista José Limaverde e Vila do Mar, próximo à foz do Rio Ceará, no limite entre Fortaleza e Caucaia, foi montada a base da operação com a instalação do Centro Integrado de Comando e Controle Local (CICCL).
Conforme o comandante-geral da PM, além do BPChoque, estão sendo mobilizados efetivos dos batalhões de Policiamento Rodoviário estadual (BPRE), de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio), de Polícia do Meio Ambiente (BPMA), de Policiamento de Eventos (BPE), de Policiamento Turístico (BPTur), Regimento de Cavalaria e o apoio da Guarda Municipal de Fortaleza e da Marinha Brasileira, que cedeu uma lancha para as incursões da Polícia na foz  e no mangue do Rio Ceará, no Parque Leblon;  e na Praia da Barra.
Ações sociais
Mas, além da ação repressiva ao crime, paralelamente, estão sendo realizadas ações sociais, como aulas de ginástica, corte de cabelo, palestras de prevenção às drogas nas escolas dos bairros, emissão de documentos, expedição de boletins de ocorrência (através de uma delegacia móvel), teatro educativo com fantoches, aulas de equitação (com a Cavalaria), treinamento de socorro (pelos Bombeiros), atendimento odontológico e outras atividades. Tudo isso é realizado em tendas colocadas no calçadão da Vila do mar, ao lado do Marco Zero. /////blogdofernandoribeiro.com.br

Homem é fuzilado na porta de escola particular na manhã desta segunda

Farias Brito
O corpo ficou a poucos metros da entrada da escola, na Rua Senador Pompeu
Após um fim de semana com muita violência e o registro de, ao menos, 35 homicídios em todo o estado, a segunda-feira (6) começou violenta na Capital com um crime de execução sumária na porta de um dos mais tradicionais colégios da Capital. O crime foi presenciado por várias crianças e adolescentes alunos da escola particular, que chegavam com os pais para as aulas.
Era por volta de 7 horas quando um homem, que pilotava uma motocicleta, foi baleado e morto no cruzamento das ruas Senador Pompeu e Silva Jardim, no bairro José Bonifácio.  Naquela esquina está localizada a entrada do setor infantil do colégio. Alunos e seus pais, professores e outros funcionários da escola foram surpreendidos com os estampidos.
Câmeras
O corpo do homem ficou estendido ao lado da motocicleta. Para diminuir o impacto da cena de violência, o corpo foi coberto com um lençol.  Uma equipe do Samu esteve no local do crime e constatou o óbito.  Equipes da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) e da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) estiveram no local dando início às investigações sobre o crime.
A vítima não foi identificada. A Polícia espera obter imagens do crime que teriam sido captadas por câmeras instaladas na entrada da escola particular e em residências e estabelecimentos comerciais próximos dali. /////blogdofernandoribeiro.com.br