Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

terça-feira, 16 de maio de 2017

15 problemas de saúde que o limão ajuda a eliminar

Vamos agora falar do limão e de 15 problemas de saúde que ele ajuda a eliminar. Esta fruta cítrica é riquíssima em vitamina C.

1. Reduz a azia

Basta misturar um copo de água morna com duas colheres (chá) de limão espremido na hora.

2. Trata asma

Alivia a asma tomando uma colher (sopa) de sumo de limão uma hora antes de cada refeição.

3. Alivia disenteria

Basta beber uma chávena de sumo de limão duas a três vezes.

Também deves beber muita água.

4. Diminui dores nos calcanhares

As mulheres que usam salto alto podem sentir muitas dores no calcanhar ao fim do dia

A dica é: esfrega uma fatia de limão sobre a parte afetada.

Isso também irá incentivar a eliminação de toxinas dos poros dos teus pés.
Mas só faça isso à noite e depois, lava muito bem.

5. Combate resfriado

Espreme dois limões frescos em meio litro de água morna. Adiciona mel de abelhas puro para dar mais sabor. Feito isso, toma a bebida antes de ir para a cama à noite.

As propriedades anti-virais de limão são eficazes contra o resfriado, aumentando a força do sistema imunológico.

6. Combate prisão de ventre

Bebe uma mistura de sumo de limão com um copo de água morna. Não deixes de acrescentar o mel (se não tiver diabetes), pois ele dá um sabor mais agradável. Bebe antes do café para proporcionar alívio imediato. Além de acabar com a prisão de ventre, o corpo também vai ser desintoxicado no processo.

7. Melhora a digestão

O limão alivia a indigestão e podes sentir o teu corpo desinchar depois de consumir o sumo.

8. Relaxa os pés

Podes mergulhar os pés numa solução de água quente com limão. Podes ter certeza de que o teu corpo ficará mais relaxado, acabando com qualquer tensão ou ansiedade. Mas faz isso sempre à noite e, depois, lava muito bem com água.

9. Nutre a pele

Se tens uma pele seca e escamosa, esfrega a casca do limão porque ela atua sobre a pele, deixando-a mais macia e sedosa. Não te exponhas ao sol. Portanto, faz isso sempre à noite, lavando muito bem depois com água.

10. Reduz o inchaço das gengivas

Podes aliviar as gengivas inchadas bebendo uma mistura suco de limão espremido na hora com um pouco de água. Se o problema for na garganta, um gargarejo com água quente e sumo de limão – com a mesma quantidade de cada – alivia a dor.

11. Trata inflamações

Limão é eficaz no combate a problemas inflamatórios, como artrite, reumatismo, ciática e assim por diante. Além disso, reduz o risco de gota inibindo a acumulação de ácido úrico nos tecidos do corpo.

12. Elimina aftas

Simplesmente aplique suco de limão sobre elas três vezes por dia.

13. Combate dor de garganta

Se sentires que que a garganta vai inflamar, espreme em meio copo de água (100mL) um limão e faz gargarejo até que termine o líquido. Prossegue com este tratamento por três dias.

14. Evita rachaduras nos lábios

O limão vai hidratar os teus lábios e evitar que eles fiquem rachados no frio.Basta aplicar sumo de limão todas as noites e logo perceberás como os teus lábios estarão hidratados e mais bonitos.

15. Fortalece as unhas

Coloca as unhas dentro de um copo de sumo de limão e deixe assim durante 15 minutos. Isso, além de fortalecê-las, vai eliminar o feio amarelado que de vez em quando toma conta delas.

Faz o tratamento duas ou três vezes por semana, sempre à noite (lava muito bem depois).

Dica importante: quando fizeres o sumo, aproveita a fruta por inteiro, pois a casca é muito poderosa. No entanto, neste caso, o limão deve ser orgânico.

Para que o sumo não fique amargo com a presença da casca, bata rapidamente no liquidificador – se bateres por muito tempo, o gosto será mau.

Caso tenhas alergia a frutas cítricas, não consumas nada com limão.

Duas das 50 cidades mais perigosas do mundo estão no Ceará

25 cidades brasileiras estão entre as mais violentas do mundo, duas são cearenses (FOTO: Dorian Girão/ TV Jangadeiro)

Uma pesquisa realizada pela revista The Economist junto ao Instituto Igarapé indicou que duas das 50 cidades com mais homicídios do mundo estão no Ceará: Juazeiro do Norte e Caucaia. O estudo, divulgado em março de 2017, buscou identificar as região com maior índice de violência no mundo e alertar para uma necessidade de redução dessas taxas.

Juazeiro do Norte, na região do Cariri, é a 37ª cidade mais violenta do mundo. O município cearense tem taxa de 47,4 homicídios por 100 mil habitantes. Já Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, aparece na 21º posição no ranking, com o índice de 58,8 por 100 mil habitantes. Segundo a revista, conflitos entre quadrilhas, corrupção e instituições públicas frágeis são os principais fatores que contribuem para os altos níveis de violência não só no Brasil, como em toda a América Latina.

O estudo apontou também que 25 das cidades mais violentas estão no Brasil: Jaboatão dos Guararapes/PE; João Pessoa/PB; Cuiabá/MT; Canoas/RS; Porto Alegre/RS; Juazeiro do Norte/CE; Vitória da Conquista/BA; Natal/RN; Cariacica/ES; Betim/MG; Maceió/RN; Camaçari/BA; Manaus/AM; Imperatriz/MA ; Aracaju/SE; Caucaia/CE; Aparecida de Goiânia/GO; Mossoró/RN; Belém/PA; Viamão/RS; Caruaru/PE; Serra/ES; Ananindeua/PA; Grande São Luís/MA e Marabá/PA.

Como consequência da pesquisa, o Instituto Igarapé lançou a campanha “Instinto de Vida“, além de uma série de artigos, para reduzir os homicídios na América Latina em 50% nos próximos 10 anos, durante a Conferência Regional do Fórum Econômico Mundial, em abril.

A campanha recebe o apoio da Organização dos Estados Americanos (OEA), do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), da Fundação Open Society (OSF) e é realizada em parceria com 30 outras organizações não-governamentais da região.



Fonte Tribuna do Ceará