Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

domingo, 19 de março de 2017

Ônibus é alvo de terceiro incêndio em menos de 24 horas


Ônibus são incendiados em Fortaleza em 24 horas
Três ônibus incendiados em Fortaleza em menos de 24h. As investigações sobre os casos prosseguem - Fotos: VC Repórter

Um terceiro ônibus foi incendiado em Fortaleza no final da noite desta sexta-feira (17). O caso ocorreu por volta de 23h20, de acordo com informações da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), na Rua Eliseu Oriá, no bairro Sapiranga.

O transporte que fazia a linha Papicu via Conjunto Alvorada foi alvo de três indivíduos. Os suspeitos, que estavam dentro do veículo, mandaram todos descerem e tocaram fogo no ônibus, o danificando parcialmente.

Na tarde de sexta-feira, aconteceu o primeiro caso de transporte coletivo incendiado, no cruzamento das Avenidas Maestro Lisboa com Odilon Guimarães, no bairro Alagadiço Novo.

O segundo se deu na Avenida Perimetral, no bairro Prefeito José Walter, por volta de 22h30. O ônibus que faz a linha Grande Circular I foi invadido por dois suspeitos que, armados, mandaram todos descerem e tocaram fogo no veículo. De acordo com os primeiros levantamentos, os criminosos se aproximaram em duas motocicletas.

Os três casos, ainda de acordo com a SSPDS, estão interligados com o incêndio de uma cabine da Polícia Militar, na madrugada deste sábado (18), no Centro de Fortaleza. As investigações sobre as ocorrências prosseguem.

A Secretaria reforça que a população pode auxiliar nos trabalhos policiais. Caso alguém tenha informações sobre ações criminosas ou sobre o paradeiro dos suspeitos, denúncias anônimas podem ser feitas para o 181.



Fonte Diário do Nordeste

Criminosos invadem sítio e matam policial militar a tiros no Ceará


Policial foi morto por três homens neste sábado (18) em Caucaia (Foto: Josean Ramos/TV Verdes Mares)
Policial foi morto por três homens neste sábado (18) em Caucaia (Foto: Josean Ramos/TV Verdes Mares)


Um policial militar foi assassinado neste sábado (18), no Bairro Nova Metrópole, em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza. De acordo com policiais da Delegacia Municipal de Caucaia, o cabo Luiz Carlos Ribeiro, 49 anos, foi morto a tiros dentro do sítio onde morava.

A vítima estava dentro do terreno, na parte externa da casa. Três criminosos invadiram o local e atiraram no PM. Ele ainda tentou reagir, mas acabou sendo atingido novamente por, pelo menos, dois disparos, segundo informou a polícia.

O policial militar ainda chegou a ser levado a um hospital de Caucaia, onde recebeu atendimento médico de urgência. Uma aeronave da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) foi acionada para tentar transferir o PM para o Instituto Dr. José Frota (IJF), mas o agente sofreu uma parada cardíaca e morreu.

Equipes da Polícia Militar de Caucaia foram acionadas para realizar buscas na região na tentativa de prender os criminosos. No entanto, até esta publicação, nenhum dos envolvidos no assassinato havia sido preso.

Uma mulher que mora próximo ao PM, que preferiu não se identificar, disse que o policial estava de licença médica. Ela disse que o policial havia discutido recentemente com um homem envolvido com tráfico de drogas no bairro O suspeito ameaçou o policial.

A Delegacia de Caucaia informou que as investigações acerca da morte foram iniciadas pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O caso deve ser repassado posteriormente para a Delegacia do Nova Metrópole. A polícia descartou a possibilidade de tentativa de assalto e suspeita que o cabo Luiz Carlos tenha sido executado.

Violência
Com a morte do cabo, subiu para quatro o número de policiais mortos neste ano no Ceará. O mais recente caso havia ocorrido no dia 5 de março, quando um sargento foi executado com seis tiros no Bairro José Walter.



Fonte G1 Ceará