Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788

sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Bizarro momento em que homem coloca copo em urinol público para recolher urina e bebê-la: assista o vídeo


Um homem colocou-se estrategicamente junto de um urinol público durante uma parada gay em Amesterdão, para que desconhecidos lhe fossem enchendo o copo.
Tentando ser discreto, o homem coloca o copo no fundo do urinol, espera que desconhecidos encham o copo para depois recolhê-lo e beber o líquido como se de uma cerveja se tratasse.

Vídeo:
 Informações com: Desconcertante

SUSPEITA DE CARTEL | Dez pessoas são presas e R$ 698 mil apreendidos em operação nos postos do Crajubar



Grupo de investigadores apresentou o primeiro resultado da Operação Conexus (Foto: Felipe Azevedo/Agência Miséria)

Um grupo de investigadores apresentou o primeiro resultado da Operação Conexus ("ligação" em latim), montada para averiguar suspeita da formação de cartel nos postos de combustíveis em Juazeiro, Crato e Barbalha. Foram cumpridos 80 mandados de busca e apreensão na manhã desta quinta-feira (9), nos três municípios. Apesar de não ter nenhuma expedição em relação à prisão, 10 pessoas foram presas, entre elas um dono de posto, oito pagaram fiança e duas continuam detidas em Juazeiro e Crato. A polícia não informou se ainda há algum proprietário detido. 


Material apreendido durante a Operação Conexus (Foto: Felipe Azevedo/Agência Miséria) 

Números 

Os números apresentados pelos investigadores são inéditos em operações deste tipo na região. Foram apreendidos 82 celulares, cerca de 15 computadores, 12 armas de fogo e 316 munições. Quarenta postos foram fiscalizados na operação. À frente da investigação, a promotora Juliana Mota esclarece que a quantia em dinheiro apreendida é alarmante. Nas residências dos donos de postos, ao todo, foram confiscados R$ 698 mil em cédulas guardadas em malas. Em alguns casos, o dinheiro estava ao lado de armas de fogo. Segundo o delegado Juliano Marcula, 153 policiais, 31 delegados e 10 promotores participaram da ação. Foram montadas 43 equipes para atuar nas três cidades de modo simultâneo. 

Próximo passo 

Uma análise minuciosa será feita de todo material apreendido. Ainda não é possível afirmar sobre formação de cartel, apesar dos indícios que segundo a investigação, são fortes. A ação envolveu as promotorias de Crato, Juazeiro e Barbalha. 


 Material apreendido durante a Operação Conexus  (Foto: Felipe Azevedo/Agência Miséria) 

 Por Felipe Azevedo/Agência Miséria 

 Miséria.com.br