Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

domingo, 13 de agosto de 2017

No Espirito Santo, Menor atira no tio após galinhas comerem pés de maconha plantados em quintal



Um adolescente de 17 anos atirou no próprio tio depois de perceber que as galinhas que a vítima criava tinham comido os seus dois pés de maconha. O caso foi registrado pela Polícia Militar nesta última quinta-feira (10), em Conceição da Barra, Norte do Espírito Santo.

O tio foi atingido por um disparo no antebraço esquerdo e socorrida para o Hospital Nossa Senhora da Conceição. De acordo com a PM, ele não corria risco de morte.

A vítima contou aos militares que o sobrinho havia plantado os pés da droga no seu quintal sem ele saber. Enfurecido com o ocorrido, o menor começou a discutir com o tio e a quebrar alguns móveis da casa onde a vítima mora. Logo depois, pegou a arma de fogo que estava com o padrasto e atirou.

Os militares fizeram buscas no local do fato, mas o suspeito não foi localizado. O caso deve ser investigado pela Polícia Civil.

Homicídios aumentam 86,3% no mês de julho no Ceará



Os números da violência no Ceará continuam em ascensão.A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) registrou, no mês de julho deste ano, um aumento de 86,3% nos Crimes Violentos Letais Intencionais - que abrangem homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte, em comparação a igual período do ano passado. 


Em números absolutos, 475 morreram no Estado, no último mês. Em 2016 foram 255 mortes. O índice é o pior desde 2013. 


Na última quinta-feira (10), por ocasião de uma reunião na SSPDS, o titular da pasta, André Costa, apresentou os números. OS dados mostram que a Região Metropolitana de Fortaleza teve o maior número de mortes em julho. A Capital também apresentou aumento nos crimes violentos, com 184 ocorrências contra 86 do ano passado. 


No Interior Norte a violência também fez vítimas, passando de 53 homicídios em 2016 para 91 casos este ano. A única região a não apresentar aumento de Crimes Violentos foi o Interior Sul, com 65 mortes registradas tanto em julho do ano vigente, quanto em igual período de 2016. 


No acumulado do ano, entre janeiro e julho, 2.774 pessoa foram mortas, o que representa um crescimento de 38,8% em relação a igual período de 2016, que somou 1.998 mortes. 

Para o Titular da SSPDS, André Costa, o aumento dos índices pode ser justificado pela ausência de um Plano Nacional de Segurança e o avanço das facções criminosas. 

Roubos 

Com 5.673 casos no Estado, os registros de crimes violentos contra o patrimônio - roubo a pessoa, roubo de documentos - de julho deste ano superaram em 23,3% o total registrado em igual período de 2016. Os roubos de carga e à residências, além de roubo de veículos, cresceram 23,5%. Foram 1.105 ocorrências contra 895 roubos registrados em julho do ano passado.