Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Grupos de elite da PM recebem novas viaturas e "envelopamento" camuflado

Novas viaturas 1
Viatura do Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE)


Depois de extinguir o Ronda do Quarteirão e substituir as viaturas da Polícia Militar, Polícia Civil e da Perícia Forense do Ceará (Pefoce), o governo deverá apresentar ao público e à Imprensa nos próximos dias a nova “roupagem” das viaturas das forças especiais da PM, no caso, o Comando Tático Rural (Cotar), Comando Tático Motorizado (Cotam) e do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), todos pertencentes ao Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque). A informação é do Blog do Fernando Ribeiro.

Ao contrário do Policiamento Ostensivo Geral, que teve viaturas Hilux substituídas por veículos menores e de menor potência, as Duster, nos grupos de elite especializados no enfrentamento ao crime organizado (assaltos, seqüestros, roubos a banco, rebeliões em presídios, ataques a unidades policiais, roubo de cargas etc), permanecerão com viaturas mais resistentes e sofisticadas.

A nova adesivação ou “envelopamento” das viaturas do Batalhão de Polícia de Choque começa já está sendo realizada por uma empresa especializada em Fortaleza. 
Veja em primeira-mão os veículos dos grupos de elite da PM já com o novo visual:
Viatura nova 5
Viatura do Comando Tático Rural (COTAR)
Viaturas novas 7
Viatura do Cotar      
Nova viatura 33
Viatura do Batalhão de Divisas

Governo vai reduzir salário inicial do servidor federal



Além de adiar o reajuste dos servidores para 2019, o pacote que o governo prepara com medidas duras para o funcionalismo mudará a progressão salarial das carreiras. O salário inicial terá redução considerável, com os rendimentos aumentando gradativamente durante o período trabalhado. A informação é da jornalista Míriam Leitão, colunista do O Globo.

Atualmente, em algumas carreiras a remuneração começa já bem elevada, e atinge o teto em pouco tempo.

Isso vai mudar. Essa é uma das mudanças estruturais para o funcionalismo que o governo vai divulgar em breve.

Fonte: Blog Eliomar de Lima