Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Ceará registra 154 feminicídios em 2017. No fim de semana, 5 mulheres foram mortas


Quatro das cinco mulheres assassinadas no último fim de semana, no Ceará

Subiu neste fim de semana para 154 o número de mulheres assassinadas no Ceará em 2017. Foram mais cinco casos de feminicídios em todo o estado, com um caso em Fortaleza e mais quatro no Interior. Um duplo homicídio registrado na cidade de Iguatu, na região Centro-Sul, resultou na morte de duas amigas. Na Capital, uma jovem envolvida com crimes acabou fuzilada dentro de um carro em plena Avenida Washington Soares, no bairro Água Fria. De acordo com o Ceará News.

O primeiro assassinato ocorreu no fim da tarde do último sábado (29), por volta de 17 horas, quando bandidos dispararam tiros contra os ocupantes de um carro na Avenida Washington Soares, no bairro Água fria, bem próximo da Universidade de Fortaleza (Unifor). Havia duas mulheres e um homem no automóvel. Uma delas sofreu um tiro no braço e escapou do atentado. A outra foi atingida por tiros na cabeça e morreu no bando do carona.

Rayane Cristina Silva Paulino, 25, era apontada como envolvida em diversos crimes, como tráfico de drogas, assassinato e seqüestros. Era suspeita de ter envolvimento com bandidos de uma facção criminosa e sua morte teria sido um “acerto de contas” envolvendo bandidos que atuam na região do Vale do Jaguaribe. Ela teve um caso com o pistoleiro Sebastião Ismael Diógenes Cintra, assassinado no presídio CPPL 1 em janeiro de 2015.

Mais crimes

Na cidade de Iguatu (a 414Km de Fortaleza), na região Centro-Sul do estado, duas mulheres foram mortas a golpes de faca durante uma briga em um bar. O caso ocorreu na tarde do último sábado (29). Ana Raquel Ferreira da Silva, 43 anos; e Luzinete Filgueiras de Sá, 49, se envolveram numa briga do dono do bar com um cliente. Um das mulheres era irmão do comerciante. As duas acabaram esfaqueadas. O autor do crime, identificado como Jonas Mota Queiroga, fugiu para casa após o crime e acabou preso pela PM.

Na manhã de domingo (30), a Polícia registrou mais um feminicídio no Interior. O caso ocorreu na cidade de Novo Oriente (a 388Km de Fortaleza), quando um desconhecido assassinou, a tiros, a Antônia Nilda Tavares da Silva, 51 anos. Ela era proprietária de uma loja no Centro da cidade, onde foi atacada por dois desconhecidos e um deles disparou vários tiros à queima-roupa contra a vítima. Nilda era ex-mulher do vereador Nilson Tavares.

Na cidade de Ipu (a 288Km da Capital), aconteceu o quinto assassinato contra mulher do fim de semana. A jovem identificada como Daiana Silva dos Santos, foi assassinada a tiros.

blog do fernando ribeiro

Ator do filme 'Cidade de Deus' suspeito de matar PM é preso no Rio














Policiais prenderam nesta segunda-feira Ivan da Silva Martins, também conhecido como Ivanzinho da Rocinha ou ainda Ivan, o Terrível, de 34 anos, suspeito de participar da morte do sargento Hudson Silva de Araujo, de 46, no Morro do Vidigal, na Zona Sul do Rio. Com prisão decretada pela Justiça, ele foi levado para a Delegacia de Combate às Drogas, na Cidade da Polícia, no bairro do Jacarezinho, na Zona Norte.
Ivan já foi ator e fez uma pequena participação no filme "Cidade de Deus" (2002). Segundo a Polícia Civil, porém, atualmente ele é o responsável por extorquir dinheiro de motoristas de Kombis que circulam pela Rocinha, favela vizinha do Vidigal.
O sargento foi ferido na madrugada do último dia 23 de julho, quando ele e colegas de fardas faziam um patrulhamento pela Rua Presidente João Goulart, uma das principais vias da comunidade do Vidigal. Bandidos armados atacaram a equipe a tiros. Hudson ainda foi levado para o Hospital municipal Miguel Couto, na Gávea, também na Zona Sul, mas não resistiu. Ele foi o primeiro policial da UPP Vidigal morto em confronto na comunidade.
Além de Ivan, são suspeitos de participação na morte Michael Ferreira de Souza, o Rabicó, de 24 anos; Rogério Avelino da Silva, o Rogerinho 157, de 35; Horácio Ferreira do Nascimento Neto, o Orelha ou Mago, de 29 e Alan Francisco da Silva, o DVD ou Bilan, de 29. Todos também tiveram a prisão decretada.  
***** Informações com: Extra Globo