Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788

sábado, 28 de abril de 2018

VÍDEO: IDOSO TEM BRAÇO E TRONCO ENGESSADOS POR CIMA DA CAMISA

 É possível ver que apenas a mão dele fica de fora e a camisa suja de massa branca. O caso aconteceu em BH.

Um vídeo registrado nessa quinta-feira (26) se espalhou pelas redes sociais e tem causado revolta. Nas imagens, um homem de 61 anos de idade aparece com o braço engessado por cima da roupa em uma Unidade de Pronto Atendimento, na região leste de BH.
Duas mulheres que fizeram a gravação reclamam da situação do paciente que teve toda a parte inferior do tronco e o ombro direito engessados por cima da roupa. É possível ver que apenas a mão dele fica de fora e a camisa suja de massa branca.
“É inacreditável. Eu não sei onde chegaremos com o descaso da saúde. Isto é injustiça social. Essa pessoa está sentindo dor. Me explica como será que ele vai tomar um banho todo enfaixado em cima da roupa? Ou ele não precisa de um banho? Ou ele não precisa de um cuidado especial?”, questionou uma das testemunhas.
A assessoria de imprensa da Guarda Municipal informou, nesta sexta-feira (27), que uma equipe que patrulhava a região da Vila São Rafael por volta das 15h foi chamada por uma mulher que testemunhou o ocorrido.
Foi registrado um documento interno sobre o caso, já que o homem pediu que seu nome não fosse divulgado.
Após o vídeo “viralizar” na internet, médicos da unidade de saúde foram até a casa do idoso, que foi encaminhado à UPA novamente. O material foi retirado e outro tipo de imobilização foi realizado. O paciente será submetido a um procedimento cirúrgico.
Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde disse que já trabalha internamente para esclarecer os fatos.
“A princípio, foi apurado pela SMSA, que foi feito um procedimento de imobilização temporária para atendimento de paciente com indicação cirúrgica. O paciente já foi submetido a outro exame de raio X e já conta com outro tipo de imobilização. No momento, ele está sendo transferido para um hospital onde será operado”, afirma a Secretaria.
Questionado se a conduta de engessar sobre a roupa é normal, o órgão disse que abriu processo administrativo para apuração do caso. 
Fonte: 012 - NewsRondonia com informações noticiasaominuto

Bebê de um mês vai para a cadeia por causa de tornozeleira da mãe



Catadora de papel de papel teve problemas para recarregar equipamento e juiz entendeu que nascimento não justifica manter prisão
Uma bebê de apenas um mês de vida está detida com a mãe, sua única responsável legal, na Penitenciária Feminina do Paraná, em Piraquara, região metropolitana de Curitiba, desde quarta-feira 25. A ordem de prisão foi dada pelo juiz Ronaldo Sansone Guerra, da Vara de Execução de Penas de Réus de Curitiba.
A mãe, uma catadora de papel de 33 anos, cumpria pena por roubo no regime semiaberto com o uso de tornozeleira eletrônica. Dependente química e analfabeta, ela diz não saber interpretar os sinais emitidos pelo aparelho e, por passar o dia na rua catando papel, não conseguia encontrar local para recarregar.
Ela deixou a tornozeleira desligada pelo menos 32 vezes. A moça esteve na presença do juiz em quatro oportunidades. Em todas, houve a manutenção do uso da tornozeleira como medida cautelar. No fim de março, porém, a 3.ª Câmara Criminal decidiu, por unanimidade, pela regressão de regime seguindo manifestação do Ministério Público.
“Em que pesem as alegações de que sua função laboral com reciclagem tornaria impossível o carregamento do aparelho, a agravada não apresentou em nenhum momento qualquer planejamento para se adequar as imposições impostas pelo Juízo de Execução”, afirmou o relator do processo, Antonio Carlos Choma, juiz substituto em segundo grau. Na época da decisão, a ré ainda não tinha dado à luz.



Veja Online