Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Governo admite rombo de até R$ 159,5 bi neste ano; previsão inicial era R$ 139 bi


Foto: Ilustrativa
 O governo federal considera ampliar em R$ 20 bilhões o rombo das contas para este ano. Há um ano o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, considerou como meta R$ 139 bilhões, mas já cogita que o limite do rombo chegue a R$ 159,5 bilhões - mesmo valor das contas do governo no ano passado. O montante representa 2,54% do Produto Interno Bruto (PIB). De acordo com informações do Estadão, Meirelles avisou à equipe que tomará a decisão final até 31 de agosto, quando será enviado ao Congresso o projeto de Orçamento do ano que vem. Também deverá ser revista a meta fiscal de 2018, que permite um déficit de até R$ 129 bilhões. Em relação à questão fiscal, Meirelles disse que por enquanto a meta anunciada será seguida, mas um integrante da equipe econômica afirmou que é "forte" a possibilidade de revisão. Segundo o Estadão, a Fazenda avalia que é inviável manter o corte do Orçamento nos níveis atuais (R$ 45 bilhões) por causa do risco de paralisação da máquina administrativa, o que afetaria serviços públicos. O governo aguarda uma análise mais detalhada dos dados da receita de julho para avaliar se a recuperação da arrecadação poderá ocorrer no ritmo adequado até o final do ano. Fontes disseram também que Meirelles garantiu revisar a meta, se houver necessidade, e não teme perda de confiança na condução da sua política.

Nem treinou: Neymar se despede do Barça e aguarda anúncio do PSG


Foi tudo muito rápido. Neymar foi ao treino do Barcelona nesta quarta-feira (2) e se despediu dos jogadores. O camisa 11 confia que a transação ao PSG vai ser concretizada nas próximas horas e sequer participou das atividades. O Barcelona confirmou a informação.
"Neymar comunicou o vestiário de que vai embora do clube e foi se despedir dos companheiros. O treinador deu a permissão para Neymar não treinar e resolver o futuro", notificou o Barcelona.
A atividade estava marcada para 9h30 do horário de Barcelona. Neymar chegou trinta minutos antes e se reuniu com os jogadores nos vestiários. Foi a maneira encontrada pelo brasileiro para agradecer aos companheiros pelas quatro temporadas no clube.
Neymar nem sequer participou do treinamento. Ao encerrar o pronunciamento foi liberado pelo treinador do Barcelona, Ernesto Valverde. No horário da atividade deixou o local acompanhado de um amigo pessoal. O destino foi a casa em que vive em Barcelona. Depois, seguiu para uma reunião com o presidente do clube, Josep Maria Bartomeu, no Camp Nou.
O jogador e seu estafe confiam que o PSG vai finalizar a operação do pagamento da multa rescisória de 222 milhões de euros (cerca de R$ 820 milhões) o mais rápido possível.
A novela PSG já se arrasta há mais de duas semanas. No período, Neymar esteve com o elenco do Barcelona em pré-temporada nos Estados Unidos e chegou a repensar a transferência ao clube francês. Algo que motivou o zagueiro Piqué a fazer postagem em redes sociais garantindo a permanência do brasileiro.
Com o passar do tempo, Neymar voltou a ter como pensamento mais forte uma transação ao PSG. O desânimo com o Barcelona passa pela sombra de Messi, a cobiça ao bola de ouro e o excesso de funções defensivas.
Neymar segue calado e não pretende fazer declaração oficial até ser anunciado pelo PSG. O fato de não se posicionar publicamente já havia irritado os jogadores do Barcelona.

Fonte: Folhapress